Dia Nacional do Livro: influenciadores fazem leituras coletivas em vídeos

João Pedro Malar* - O Estado de S.Paulo

Conhecidos como Booktubers, produtores de conteúdo também estão no Twitter e no Instagram, com publicações voltadas ao mundo da literatura

A youtuber Bel Rodrigues, que tem mais de 800 mil inscritos em seu canal, promove lives de leitura coletiva

A youtuber Bel Rodrigues, que tem mais de 800 mil inscritos em seu canal, promove lives de leitura coletiva Foto: YouTube / Bel Rodrigues / Reprodução

O Dia Nacional do Livro é celebrado nesta quinta-feira, 29 de outubro, mesmo dia em que foi fundada a Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, em 1810, para incentivar o hábito de leitura nos brasileiros. E se engana quem acha que o mundo dos livros está afastado das redes sociais.

Os chamados Booktubers, como são conhecidos os youtubers que produzem conteúdo sobre livros e leitura, têm ganhado espaço no YouTube, com diversidade de conteúdo. Alguns produzem vídeos com resenhas de livros, e outros fazem leituras em voz alta para o espectador.

Uma outra novidade é a produção de lives, com a da youtuber Bel Rodrigues, que possuem espaços definidos para que os espectadores leiam, de casa, junto com a youtuber, que tem mais de 800 mil inscritos.

Com clubes de leitura e conteúdos educativos, é possível compartilhar uma leitura e expandir o repertório. Assim, é possível se aprofundar em determinados gêneros e temas, ter dicas de leituras e também iniciar a leitura e discussão de novas obras.

E esses produtores de conteúdo não estão restritos apenas ao YouTube. No Instagram eles são chamados de bookstagrammers, e no Twitter de bookstans - geralmente criadores de conteúdo já presentes no YouTube e no Instagram - criando comunidades para falar sobre o mundo dos livros.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Identidade, de Nella Larsen - Publicado em 1929, o livro narra a historia de duas amigas de infância, Irene e Clare, que acabam tomando rumos diferentes. Ambas são criadas no Harlem, bairro de Nova York, e “são negras de pele clara que podem se passar por brancas". Enquanto Irene aceita a sua origem e a sua cor, Clare acaba tomando decisões baseadas na ideia de se passar por uma mulher branca na sociedade. E as diferenças entre as vidas das duas personagens acabam produzindo um incômodo choque quando Irene e Clare se reencontram já adultas. Irene vive uma vida invejável, casou com um marido negro que a ama, tem dois filhos e uma boa condição financeira. No entanto, a volta de Clare acaba despertando questionamentos na personagem e a coloca de cara com a revoltante questão do racismo. Isso porque, além de representar a negação de um destino que Irene escolheu para si, Clare vem acompanhada de um marido muito preconceituoso e que desconhece as origens da esposa. É um conflito de identidades que acaba estremecendo a antiga relação entres as duas. Como a narrativa é apresentada a partir da perspectiva de Irene, acabamos ficando mais contaminados pelas suas opiniões sobre a vida secreta da amiga. De fato, não somos apresentados aos motivos que levaram Clare a optar por esquecer a sua origem e as dificuldades que enfrentou nesse processo. Achei a leitura simples e muito interessante, até por trazer uma perspectiva atual não tão abordada da temática racial, mas acabei sentindo falta de um aprofundamento melhor nos personagens e um desenvolvimento de algumas passagens (incluindo um final abrupto). No entanto, é importante entender o quanto a obra foi importante para a época em que foi produzida, revelando uma postura revolucionária em relação ao cenário de discriminação existente. Nascida em 1891, Nella Larsen escreveu apenas três obras, mas é considerada como uma das principais influências da “Renascença do Harlem”. Uma interessante obra sobre uma perspectiva pouco abordada das questões raciais. Nota 8/10 #publi #bookster #literatura #identidade #nellalarsen

Uma publicação compartilhada por Pedro Pacífico (@book.ster) em

Para comemorar a data, o YouTube divulgou uma lista com os principais booktubers brasileiros. Confira abaixo, junto com algumas recomendações de bookstagrammers para acompanhar: 

Booktubers:

Ler Antes de Morrer

Paola Aleksandra

Beatriz Paludetto

Mariana Moura

Ju Cirqueira

Pam Goncalves

Passos entre Linhas

Nádia Tamanaha

Impressões de Maria

Geek Freak

Bel Rodrigues

Literature-se

Bookstagrammers:

Book.ster

Nickmafra

Victor Almeida

Livrosdodrii

Livrosefuxicos

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais