Deputado pede namorado em casamento antes de votação pró-união homoafetiva na Austrália

Melania Burton - Reuters

'Esse debate tem sido a trilha sonora de nosso relacionamento, então só sobra uma coisa a fazer: Ryan Bolger, quer se casar comigo?' perguntou Tim Wilson

Tim Wilson pediu Ryan Bolger, seu parceiro, em casamento.

Tim Wilson pediu Ryan Bolger, seu parceiro, em casamento. Foto: Australian Parliament via Seven News via AFP

MELBOURNE, AUSTRÁLIA  – Um parlamentar australiano pediu seu parceiro de longa data em casamento no parlamento nesta segunda-feira, 4, minutos antes da esperada aprovação de uma medida para permitir que casais homossexuais se casem no país.

A maioria dos australianos votou a favor do casamento gay em uma votação realizada em setembro, e um projeto de lei de igualdade conjugal que foi aprovado pelo Senado na semana passada está sendo debatido na câmara baixa, onde deve passar nesta semana.

O parlamentar Tim Wilson fez a proposta a seu companheiro, Ryan Bolger, na capital Canberra. Os dois já haviam trocado alianças, mas prometido esperar a Austrália aprovar a legislação antes de se casarem.      

A reação de Ryan Bolger ao pedido de casamento de seu parceiro, o deputado Tim Wilson. 

A reação de Ryan Bolger ao pedido de casamento de seu parceiro, o deputado Tim Wilson.  Foto: Australian Parliament via Seven News via AFP

 

"Este debate tem sido a trilha sonora de nosso relacionamento", disse Wilson, emocionado, a seu companheiro, que estava sentado na área aberta ao público na parte superior do Parlamento. "Em nosso primeiro discurso eu defini nosso laço pelas alianças que se encontram nas nossas mãos esquerdas, que elas são a resposta à pergunta que não podemos fazer. Então só sobra uma coisa a fazer – Ryan Patrick Bolger, quer se casar comigo?", perguntou Wilson, que foi comissário de direitos humanos da Austrália.

Bolger acenou que sim e foi aplaudido. Tanto a coalizão liberal-nacional do primeiro-ministro, Malcolm Turnbull, quanto o opositor Partido Trabalhista disse pretender aprovar a lei até 7 de dezembro, mas qualquer emenda proposta pode ampliar este prazo. A aprovação da lei fará da Austrália o 26º país a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, um divisor de águas em uma nação na qual alguns Estados consideraram a atividade homossexual ilegal até 1997.

VEJA MAIS: Confira todos os países em que o casamento homossexual é legalizado

Sean Davey-/AFP Photo
Ver Galeria 28

28 imagens