Depois de cinco anos na cama, mulher mais gorda do mundo perde 200 kg

- O Estado de S.Paulo

Catrina Raiford tem aproximadamente 60 kg de excesso de pele

.

. Foto: Reprodução/ Instagram

Catrina Raiford era a mulher mais gorda do mundo. No auge de seu peso, a norte-americana tinha 453 kg. Com dieta, exercícios e uma cirurgia, ela perdeu metade de seu peso e chegou aos 200 kg - dos quais 60 kg são excesso de pele. 

Durante a infância, ela sofreu muito por causa de seu peso, foi abusada sexualmente e achou na comida um 'refúgio'. 

Por causa da obesidade, a americana passou cinco anos em sua cama e, ao passar por problemas respiratórios, teve de ser retirada da casa. Para isso, a parede teve de ser destruída. A partir deste momento, ela começou uma dieta restrita: diminuiu muito a ingestão de carboidrato, comia pequenas porções de carnes magras, frutas e verduras. Além disso, ela também faz exercícios. 

Em entrevista ao Daily Mail, Catrina disse que agora correr e vai a academia três ou quatro vezes por semana para se manter saudável. A intenção dela é emagrecer ainda mais. 

Ao Daily Mail, ela disse que está muito feliz com seu progresso. "No último ano eu comprei meu primeiro biquíni. Estou muito feliz comigo mesma", diz. 

A intenção da norte-americana é emagrecer ainda mais e fazer uma cirurgia para tirar o excesso de pele. Ela precisa de 10 mim dólares, aproximadamente R$ 34 mil. Para conseguir o dinheiro, ela criou uma campanha de financiamento coletivo no site GoFundMe. "Eu não quero tirar o excesso de pele por causa da aparência. Eu preciso da cirurgia para me ajudar a terminar o processo que comecei para melhorar a minha saúde", explica. 

Até agora, ela conseguiu pouco mais de 1 mil dólares.