Crianças gastam cerca de R$ 2,6 mil em jogo de videogame no cartão de crédito do pai

Redação - O Estado de S.Paulo

Filhos decoraram método de compra e o repetiram para aumentar número de atletas do ‘Fifa 2019’

Imagem ilustrativa.

Imagem ilustrativa. Foto: Pixabay / @superanton

Jogar videogame é um hábito entre algumas crianças, mas, às vezes, o vício é tanto que rende exageros inusitados. Foi o caso de quatro crianças inglesas, com menos de 10 anos, que gastaram cerca de 550 libras (R$ 2,6 mil) comprando pacotes de jogadores do Fifa 2019 por três semanas. As informações são da BBC.

O pai dos pequenos, Thomas Carter, disse que 'confiscou' o brinquedo em casa. Isso porque os filhos observaram como o homem realizou a compra de um combo de atletas por oito libras (R$ 38), decoraram o processo e repetiram escondidos dele.

Carter só percebeu a travessura após o cartão ter sido recusado em outro lugar. "Nunca pensei que as crianças fossem fazer isso", afirmou. A Nintendo Switch reembolsou o prejuízo e removeu os jogadores comprados.

O pai reconheceu que não tomou todos os cuidados para evitar o acesso ilimitado dos filhos ao jogo, uma vez que os recibos foram enviados para um e-mail antigo com a caixa de entrada lotada.