Conheça serviços médicos, jurídicos e veterinários gratuitos em SP

Ludimila Honorato - O Estado de S.Paulo

Faculdades oferecem atendimentos à população de graça ou com preço mais acessível

Clínicas-escolas de odontologia permitem que estudantes se preparem para a profissão enquanto comunidade tem acesso a serviço gratuito ou com preço popular.

Clínicas-escolas de odontologia permitem que estudantes se preparem para a profissão enquanto comunidade tem acesso a serviço gratuito ou com preço popular. Foto: jarmoluk/Pixabay

Cuidar da saúde física e mental é extremamente importante. Embora o Sistema Único de Saúde (SUS) ofereça um serviço de qualidade e gratuito, o tempo de espera para acessar alguma especialidade ou fazer um exame pode ser longo. Em outra esfera social, contratar um advogado para orientações jurídicas pode pesar no bolso.

A fim de facilitar o acesso a esses e outros atendimentos, algumas faculdades oferecem serviços gratuitos ou com preços mais acessíveis para a população. Com uma mesma proposta, as instituições de ensino atingem dois objetivos: se relacionar com a comunidade de seu entorno e capacitar os alunos para o mercado de trabalho.

Muitos desses serviços são realizados pelos estudantes das próprias faculdades. Sob orientação de profissionais, eles têm contato direto com casos reais ligados à futura profissão. Enquanto isso, as pessoas atendidas podem usufruir de um trabalho de qualidade, barato ou sem custo.

Um grande exemplo de integração entre faculdade e população é o Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). O complexo hospitalar tem atendimentos em diversas especialidades destinados a crianças, adolescentes, adultos e idosos. Por ser um espaço de alta procura, é preciso ter um encaminhamento médico para agendar uma consulta no HC — que é realizada via internet diretamente pelos serviços de saúde. Confira mais detalhes aqui.

Aqui, o E+ selecionou algumas faculdades de São Paulo que oferecem serviços gratuitos ou com preço abaixo do praticado no mercado nas áreas de saúde, jurídico e veterinário. Esses são os atendimentos mais fornecidos pelas instituições que, em diferentes regiões da cidade, colaboram para ampliar o acesso de pessoas de baixa renda a consultas de qualidade. Confira a lista abaixo:

Serviço de saúde gratuito

FISIOTERAPIA: O Centro Universitário FMU possui uma clínica de fisioterapia que atende pessoas com sequelas e doenças ortopédicas, neurológicas, pediátricas, reumatológicas, respiratórias e ginecológicas. O atendimento é feito por alunos e professores. Por R$ 30 mensais, é possível realizar os tratamentos e ter acesso a equipamentos de eletroterapia e piscina adaptada para pessoas com deficiência. O espaço fica na Avenida Santo Amaro, 1.239, zona sul da capital, e abre de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h30 às 17h. Para ser atendido, é preciso ligar no 11 3346-6216 ou enviar um e-mail para ciecs@fmu.br.

A Faculdade Anhanguera tem uma clínica de fisioterapia em Osasco, região metropolitana de São Paulo, que atende pessoas de todas as idades. Os interessados devem comparecer ao local com um documento de identidade e encaminhamento médico para agendar uma avaliação. O serviço é gratuito. Endereço: Avenida dos Autonomistas, 1.325, na Vila Campesina. O atendimento é realizado de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h.

Na zona leste da capital paulista, a Universidade São Judas atende pessoas de todas as idades que precisem de atendimento fisioterapêutico. Os tratamentos destinam-se a diversos problemas, desde ortopédicos e neurológicos até saúde da mulher e gerontologia. Os interessados podem se inscrever pessoalmente (Rua Taquari, 546, Mooca) ou por telefone (11 2799-1659) sem necessidade de encaminhamento. RG e CPF são solicitados e uma triagem é realizada para identificar o problema. Os preços dos tratamentos variam e estão em torno de R$ 25 e R$ 30 por mês. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h.

FONOAUDIOLOGIA: o atendimento fonoaudiológico da clínica-escola do Centro Universitário FMU é destinado a pessoas encaminhadas de diferentes regiões da grande São Paulo. Os serviços oferecidos incluem avaliação e reabilitação fonoaudiológica, auditiva, entre outros. A unidade cobra R$ 30 por mês e fica localizada na Avenida Santo Amaro, 1.239. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h50 e das 18h às 21h. Os telefones para contato são 11 3346-6220 e 11 3346-6219.

MUSICOTERAPIA: a música como terapia é um recurso complementar aos tratamentos convencionais. É muito utilizada para casos de dor e ajuda a intensificar os efeitos de medicamento para hipertensão. O Centro Universitário FMU oferece esse tipo de serviço para gestantes, crianças da primeira infância, adolescentes e idosos, além de pessoas com necessidades especiais. Por R$ 30 mensais, o atendimento individual ou em grupo tem caráter tanto preventivo como de tratamento clínico. A unidade de atendimento fica na Avenida Santo Amaro, 1.239, no quarto andar do prédio. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 11h30 às 18h, e aos sábados, das 8h30 às 13h30. Para entrar em contato, basta ligar no 11 3346-6217 ou 11 3346-6216.

NUTRIÇÃO: também da FMU, o ambulatório de nutrição oferece atendimento para todas as faixas etárias, com custo de R$ 30 mensais. As consultas são realizadas por alunos do último ano do curso de nutrição sob supervisão dos professores. O primeiro atendimento dura, em média, uma hora, em que é feita uma avaliação nutricional completa. Depois, faz-se o planejamento da dieta de acordo com os hábitos alimentares, estilo de vida, gênero, idade e nível socioeconômico da pessoa. Serviço de nutrição esportiva também é oferecido. O ambulatório fica na Avenida Santo Amaro, 1.239, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h; das 13h30 às 17h e das 18h às 22h. Os telefones para contato são 11 3346-6217 e 11 3346-6216.

ODONTOLOGIA: a Faculdade Anhanguera possui uma clínica odontológica em sua unidade da Vila Mariana, zona sul de São Paulo. Destinado para crianças, jovens, adultos e idosos, é preciso ligar para saber as datas de triagem. Nessa etapa, a equipe avalia o caso da pessoa e faz agendamento para início do tratamento. Todos os atendimentos são gratuitos, mas o tratamento de reabilitação com prótese pode ser cobrado. A clínica fica na Rua Afonso Celso, 235, e atende às quartas-feiras e sextas-feiras das 8h às 11h45 e das 19h30 às 21h45. Telefone: 11 5085-9071.

A Faculdade de Odontologia da USP presta assistência à população, realizada por alunos, mas o número de pessoas atendidas é limitado. Por isso, o encerramento de entrega das senhas pode ocorrer bem antes dos términos dos plantões. As atividades clínicas ocorrem semestralmente e a continuação do tratamento no semestre seguinte dependerá da existência de vaga. Caso não haja, é preciso aguardar em uma lista de espera por tempo indeterminado. As inscrições são abertas no início de cada semestre e os interessados passam por uma triagem. Os atendimentos odontológicos são gratuitos, exceto as próteses e outros serviços que tem custo de laboratórios. É indicado entrar em contato no fim dos semestres (junho e dezembro) para saber sobre as inscrições. Os contatos são 11 3091-7418 ou apoiopacientefo@usp.br.

O Centro Universitário FMU também possui uma clínica de odontologia destinada a pessoas de todas as idades, que são avaliadas em suas condições gerais de saúde e submetidas a exames complementares quando necessário. Os procedimentos oferecidos incluem as áreas de clínica infantil, prótese, estética, radiologia, tratamento com laser e cirurgias. Os valores cobrados são por procedimento, sendo o serviço protético terceirizado e cobrado separadamente. A clínica fica na Avenida Santo Amaro, 1.239, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h20 às 12h e das 18h às 22h. Para entrar em contato, é só ligar no 11 3346-6215 ou 11 3346-6214. Também pode-se enviar um e-mail para ciecs@fmu.br.

A Universidade São Judas, na zona leste, tem uma clínica-escola que atende pessoas de todas as idades. Os interessados passam por uma triagem para identificação do problema e depois são encaminhados para o atendimento, realizado por estudantes de odontologia sob supervisão dos professores. Para se inscrever, basta ir à instituição, que fica na Rua Taquari, 546, ou ligar no 11 2799-1659. RG e CPF são necessários. O preço varia de acordo com o tratamento e está em torno de R$ 25 e R$ 30. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h.

PSICOLOGIA: a unidade Belenzinho da Faculdade Anhanguera possui uma clínica de psicologia que atende pessoas de todas as idades. O local oferece, gratuitamente, terapia individual ou em grupo, sendo que esta última é feita apenas com adultos e adolescentes. Para fazer uso do serviço, é preciso se inscrever por telefone (11 3133-7961) das 9h às 21h e falar com Graciele ou Elizângela. A instituição fica na Rua Siqueira Bueno, 929 (entrada principal), próximo à estação Belém do Metrô. Os atendimentos são marcados para o período das 17h às 21h, de segunda-feira a sexta-feira-feira.

Na USP, o Instituto de Psicologia oferece diversos atendimentos gratuitos à comunidade interna e externa do campus Butantã. Há serviço de aconselhamento psicológico, grupo com danças circulares, orientação profissional e rede de atenção à pessoa indígena. Para saber mais informações sobre cada um deles, acesse aqui.

Na Clínica Escola de Psicologia do Centro Universitário FMU, há atendimentos para bebês, crianças, adolescentes, adultos, gestantes, idosos, casais, famílias e pessoas com deficiência. Os serviços, por R$ 30 mensais, estão disponíveis em duas unidades e são feitos individualmente ou em grupo a partir de agendamento por telefone ou e-mail. Na Avenida Santo Amaro, 1.239, o funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos sábados, das 8h às 16h. Para marcar atendimento, o telefone é 11 3040-3400 (ramal 2316) e o e-mail é clinicapsico@fmu.br. Já na Avenida da Liberdade, 899, os contatos são 11 3346-6200 (ramal 7237) e clinicapsico.liberdade@fmu.br, com funcionamento de segunda a sexta, das 8h às 21h.

O Centro de Psicologia Aplicada (CENPA) da Universidade São Judas oferece atendimento gratuito para crianças, adolescentes e adultos, além de terapia familiar e de casal. Também possui serviço de orientação profissional e planejamento de carreira. As inscrições são abertas duas vezes ao ano: na primeira semana de fevereiro e na primeira semana de agosto. As vagas por período são limitadas. Os interessados podem se inscrever pessoalmente (Rua Marcial, 45, Mooca), de segunda a sexta-feira das 10h30 às 22h ou pelos telefones 11 2799-1831 / 1943, de segunda a sexta-feira das 14h às 17h. Apenas maiores de 18 anos podem realizar a inscrição e devem apresentar RG. As sessões, realizadas por estagiários-terapeutas do curso de psicologia, ocorrem uma vez por semana com duração de 50 minutos cada. A clínica funciona de segunda a sexta-feira das 10h30 às 23h, mas as sessões ocorrem das 12h às 21h.

DIVERSAS ESPECIALIDADES: a Universidade Anhembi Morumbi, também na Mooca, possui o Centro Integrado de Saúde, que oferece atendimento personalizado com consultas com valores abaixo do praticado no mercado e algumas gratuitas. Os serviços são destinados a alunos e colaboradores da instituição e para a comunidade da região. Para ser atendido, é preciso agendar a consulta pelo telefone 11 2790-4561 / 4531 ou presencialmente. Para cadastros, é necessário apresentar um documento com foto, contato telefônico e de e-mail, CPF e endereço completo. Cada tipo de atendimento tem um preço específico, consulte aqui. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e fica na Rua Frei Gaspar, 131.

Serviço jurídico gratuito

O Centro Universitário FMU possui um Juizado Especial Cível que atende questões de natureza cível e direito do consumidor. A iniciativa é gratuita e presta auxílio em causas de até 20 salários mínimos. O primeiro atendimento é feito por estudantes de direito da faculdade, sob a supervisão dos professores. O interessado passa por uma triagem e recebe as primeiras orientações. Depois, é agendada uma nova reunião com a equipe, incluindo professores. O serviço não contempla casos vindos de pessoas físicas incapazes, presos, pessoas jurídicas de direito público, empresas da União, massa falida e insolvente civil. Para ser atendido, é preciso comparecer ao local com documentos pessoais, comprovante de endereço, comprovante de renda e documentos vinculados ao problema que será apresentado. O atendimento, por ordem de chegada, é feito na Rua Taguá, 110, na Liberdade. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h, e o telefone para contato é 11 3208-5765.

Já a Faculdade de Direito da USP, por meio do Departamento Jurídico XI de Agosto, realiza orientações jurídicas de forma gratuita para a população com renda familiar de até três salários mínimos. Os interessados passam por uma triagem que tem início às 13h30. Caso a pessoa se encaixe nos critérios de renda, ela receberá a orientação jurídica no mesmo dia, das 14 às 18h. Mas o número de atendimento diário é limitado, feito por ordem de chegada, então a equipe recomenda chegar mais cedo. O espaço fica na Praça Dr. João Mendes 62, 17º andar. Os contatos são 11 3113-3220 ou o e-mail: diretoria@djxideagosto.org.

Outro serviço jurídico é do Núcleo de Práticas Jurídicas da Universidade Anhembi Morumbi, que oferece atendimento ao público em geral, elabora peças processuais e faz o acompanhamento de todas as fases dos processos nas diferentes esferas judiciais. Todos os serviços são gratuitos e realizados por estudantes sob supervisão de professores. Os atendimentos são fornecidos em duas unidades e é preciso entrar em contato para agendar. No campus Vila Olímpia, o telefone é 11 3847-3783 e o e-mail é felipe.fernandes@anhembi.br, com atendimento às quartas-feiras das 8h às 10h e das 20h às 22h. Já no campus Paulista 1, os contatos são 11 3145-8404 e o mesmo e-mail anterior, com atendimento às terças-feiras das 8h às 10h e das 20h às 22h.

Na Universidade São Judas, o Núcleo de Prática Jurídica oferece orientação e acompanhamento processual à população em situação de vulnerabilidade econômica para os casos de natureza civil. Os interessados precisam ter renda bruta familiar de até três salários mínimos e apresentar RG, CPF e comprovante de residência. O escritório não cobra pelo serviço, mas a pessoa poderá arcar com valores referentes a documentação em cartórios, por exemplo. O atendimento é realizado tanto na unidade Mooca (Rua Marcial, 115) quanto na unidade Butantã (Avenida Vital Brasil, 1.000). Na Mooca, o atendimento é feito presencialmente de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h e das 14h às 17h. Há limite de atendimento de cinco pessoas por dia, pela ordem de chegada. O telefone é 11 2799-1982. No Butantã, o atendimento é presencial, de segunda a sexta-feira, das 13h às 16h, com limite de atendimento de três pessoas por dia, pela ordem de chegada. Contato: 11 3817-6712.

Serviço veterinário gratuito

O hospital veterinário do Centro Universitário FMU oferece atendimento clínico e cirúrgico e projetos de extensão voltados à população carente, como a campanha de castração e posse responsável de animais. O primeiro atendimento é por ordem de chegada (exceto casos de emergência) e os retornos são agendados presencialmente durante a consulta, que custa R$ 66 (exames e cirurgias são cobrados à parte). Os serviços também são oferecidos nas áreas de dermatologia, oncologia e odontologia, além de realizar exames laboratoriais e de imagem (raios-X e ultrassom). O centro hospitalar fica na Rua Ministro Nelson Hungria, 541, zona oeste de São Paulo, e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 20h. O telefone para contato é 11 3346-6229.

A Anhembi Morumbi também possui um hospital veterinário com consultórios, centro cirúrgico e banco de sangue destinados ao atendimento de animais de pequeno e grande portes, além de animais silvestres. As consultas em diferentes especialidades devem ser agendadas por telefone (11 2790-4642 / 4643) ou e-mail (hospvet@anhembi.br). O atendimento clínico e cirúrgico geral ocorre das 8h às 20h, obedecendo a ordem de chegada e considerando o estado do paciente. Cada serviço possui um valor específico, sendo que as consultas com clínico geral custam R$ 85 e com os especialistas, R$ 155. Os demais valores vão depender de cada caso e são informados no momento do atendimento. O hospital funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h (triagem das 9h às 18h) e aos sábados, das 8h às 18h (triagem das 9h às 15h). O espaço fica na Rua Conselheiro Lafaiete, 64, Mooca.

Também na zona leste, a clínica de medicina veterinária da Universidade São Judas atende o público geral por ordem de chegada. O valor da consulta com o clínico geral é R$ 80. Todos os atendimentos são realizados por alunos, supervisionados por um professor responsável, na Rua Marcial, 201. O espaço funciona de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h.