Colombiana viraliza nas redes sociais ao afirmar poder se comunicar com alienígenas

Redação - O Estado de S.Paulo

Mafe Walker vive no México e ostenta vídeos com mais de 13 milhões de visualizações no TikTok; internautas apontam fraude

Na maioria dos vídeos publicados no TikTok, Mafe Walker aparece ao lado das piâmides de Teotihuacan, construídas pelos astecas.

Na maioria dos vídeos publicados no TikTok, Mafe Walker aparece ao lado das piâmides de Teotihuacan, construídas pelos astecas. Foto: Instagram/@mafewalkerstarseed

A colombiana Mafe Walker viralizou no TikTok ao afirmar que possui a capacidade de se comunicar com alienígenas. Em vídeos que chegam a mais de 13 milhões de visualizações, Mafe aparece falando um idioma extraterrestre.

A mulher vive no México e, em muitos dos conteúdos publicados, aparece próxima às pirâmides de Teotihuacan, construídas pelo povo asteca.

O conteúdo de Mafe ganhou ainda mais proporção após ela conceder uma entrevista exclusiva ao programa Venga la alegría, na emissora mexicana TV Azteca.

A colombiana disse ter desenvolvido seus dons através de um curso oferecido pela médium Agathe Sabine, que também estava presente no programa.

Segundo Agathe, "o México é muito especial", já que as pirâmides "estão conectadas com outras constelações". A médium afirmou que a mulher possui o dom especial de se comunicar com os alienígenas e aprendeu a desenvolvê-lo em quatro semanas.

Mafe, durante a entrevista, disse que sempre sentiu algo diferente desde que era criança. Ela explicou que os sons que emite são ondas de frequência "extremamente alta".

De acordo com a colombiana, ela emana uma frequência intergaláctica através das cordas vocais.

Assista a um dos vídeos de Mafe:

 

 

 

Internautas apontam fraude

Em publicações do Twitter, um perfil chamado Ar-ael, que se diz jornalista e ocultista, contou que investigou a língua falada por Mafe e apontou que ela não fala um idioma alienígena, mas sim uma língua morta.

O internauta compartilhou um vídeo feito pelo filólogo Daniel Lucas Hernández em que ele ensinava o sumério, um idioma extinto usado na região da Mesopotâmia, onde hoje se localiza o Iraque.

Em um dos trechos, Daniel ensina os alunos a se referir ao futuro na língua antiga e pronuncia um trecho que se assemelha aos sons emitidos pela colombiana nos vídeos publicados no TikTok.

Veja: