Cidade alemã determina isolamento de gatos para salvar pássaro raro

Agência - AP

Decreto gerou controvérsia de tutores dos felinos e uma associação local de proteção animal disse que tomará medidas contra a decisão

Ninhos de pássaro raro seriam presa fácil dos gatos.

Ninhos de pássaro raro seriam presa fácil dos gatos. Foto: Unsplash/@cacciahands

Autoridades da cidade de Walldorf, no sudoeste da Alemanha, ordenaram que alguns donos de gatos mantivessem os animais de estimação dentro de casa até o final de agosto para proteger uma ave rara durante sua época de reprodução.

O decreto visa ajudar a salvar a cotovia-de-poupa, que faz o ninho no chão e, por isso, é presa fácil para os caçadores felinos. A população da ave na Europa Ocidental diminuiu acentuadamente nas últimas décadas.

As autoridades de Walldorf escreveram que "entre outras coisas, a sobrevivência da espécie depende de cada filhote".

O decreto, que se aplica a todos os gatos na parte sul da cidade e será repetido nos próximos três anos, gerou controvérsia dos donos de gatos.

O jornal regional Rhein-Neckar-Zeitung informou na quarta-feira que o chefe da associação local de proteção animal planeja tomar medidas legais para contestar o decreto.

"Por favor, mantenham a calma. Posso garantir que faremos o possível para impedir essa medida desproporcional", ele disse.