Casal vai a manifestação em dia de casamento vestido como noivos

João Pedro Malar* - O Estado de S.Paulo

Kerry Anne e Mike Gordon participaram de ato antirracismo nos Estados Unidos de vestido branco e smoking

O casal Kerry Anne e Mike Gordon se encontrou no dia do casamento em um protesto contra o racismo

O casal Kerry Anne e Mike Gordon se encontrou no dia do casamento em um protesto contra o racismo Foto: Linda McQueen / Luxor Wedding Films

A data do casamento de Kerry Anne Perkins e Mike Gordon, casal da Filadélfia, nos Estados Unidos, precisou ser remarcada devido à pandemia do novo coronavírus e acabou coincidindo com a de um protesto antirracismo na cidade. Os dois aproveitaram para participar da manifestação já usando as roupas de noivos.

Kerry, que é ginecologista obstetra e Mike, um engenheiro, se conheceram há sete anos, na academia, e ficaram noivos em janeiro de 2019. Eles planejavam se casar no final de maio de 2020, mas a disseminação do novo coronavírus obrigou o casal a mudar a data para 6 de junho, substituindo a cerimônia por uma troca de votos mais íntima e com a presença apenas da família mais próxima e alguns amigos.

Mas, além da pandemia, o casamento seria influenciado por outro evento de nível global: os protestos antirracismo intensificados após o assassinato de George Floyd por um policial. No sábado, dia da cerimônia, uma manifestação estava ocorrendo e o casal decidiu que se veriam na data vestidos para o casamento pela primeira vez durante o protesto.

“A sensação foi incrível. Não havia nada ali além de amor, positividade e apoio”, comentou Kerry Anne em entrevista para o E+. O momento foi registrado em um vídeo, que inclui um trecho em que ambos erguem os punhos. Após o encontro, a cerimônia prosseguiu em um hotel. 

Confira o momento em que o encontro aconteceu:

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais