Casal de idosos Harvey e Irma está 'maravilhado' com o nome dos furacões

Redação - O Estado de S.Paulo

Juntos há mais de 7 décadas, ele tem 104 anos e ela, 92

  

   Foto: Pixabay

Harvey e Irma Schluter, juntos há 75 anos, lembram-se claramente de grandes acontecimentos que presenciaram. A primeira vez em que ela viu um avião, a perplexidade dele ao assistir a Neil Armstrong pisar na lua.

No entanto, aos 104 e 92 anos, respectivamente, Harvey e Irma nunca viveram nada parecido com a grande coincidência que presenciam neste momento: dois furacões levam seus nomes ao mesmo tempo.

 

(Irma e Harvey Schluter)

Em entrevista ao New York Times, Harvey diz não saber como isso é possivel. A explicação, como mostra o jornal, é simples. Desde 1979, a Organização Meteorológica Mundial (OMM) alterna nomes femininos e masculinos para tempestades tropicais que nascem sobre o Atlântico.

Há seis grandes listas de nomes que são rotacionados. Portanto, nomes de furacões menores de 2017 devem aparecer novamente em 2023. Apenas os que são suficientemente custosos ou mortais têm os nomes 'aposentados'.

Dada a ferocidade dos furacões Harvey e Irma neste ano, provavlemente é a primeira e última vez que eles aparecem juntos. 

Os Schluters, por outro lado, estão juntos desde a década de 1940. Tudo começou quando Harvey estava visitando o irmão na cidade de Spokane, nos Estados Unidos, e conheceu Irma, que estava no apartamento da irmã, no andar de baixo. 

"Eu ainda não tinha terminado o ensino médio", relembra Irma. "Eu queria esperar até acabar. Mas ele me convenceu a casar antes disso."

Enquanto Harvey trabalhava como barbeiro, Irma começou a sentir-se solitária em casa. O casal, então, decidiu abrir as portas e receber provisoriamente crianças que aguardavam lares para adoção. Eles acolheram aproximadamente 120 crianças, muitas com deficiências físicas ou mentais.

Apesar de terem viajado bastante a bordo de um trailer para visitar seus antigos filhos provisórios, Harvey e Irma nunca foram afetados por desastres naturais. E, mesmo maravilhados com a coincidência, eles afirmam que estão muito tristes com  a destruição causada.

/Com  informações de Jonah Engel Bromwich, do The New York Times

Traduzido por Luiza Pollo

VEJA TAMBÉM: Casal de idosos faz ensaio inspirado em Up – Altas Aventuras