Casa Branca pede obra de Van Gogh a museu, mas ganha vaso sanitário de ouro

Redação - O Estado de S.Paulo

A curadora do museu Guggenheim se recusou a emprestar uma obra do artista holandês para Donald Trump

O museu Guggenheim, em Nova York, se dispôs a emprestar a Casa Branca um vaso sanitário feito de ouro em vez de uma obra de Van Gogh

O museu Guggenheim, em Nova York, se dispôs a emprestar a Casa Branca um vaso sanitário feito de ouro em vez de uma obra de Van Gogh Foto: Brendan McDermid/Reuters

O museu Guggenheim, em Nova York, se recusou a emprestar uma obra do artista holandês Vincent Van Gogh para a Casa Branca e ofereceu, em vez disso, um vaso sanitário de ouro puro para ser instalado na residência oficial de Donald Trump. A pintura que havia sido pedido pela presidência era Paisagem com Neve, de 1888, uma das primeiras obras que Van Gogh fez quando chegou na cidade de Arles, na França, seu período mais produtivo.

O quadro seria colocado na ala residencial da Casa Branca, mas a curadora do museu, Nancy Spector, que é contra o governo de Trump, negou o pedido para emprestar a obra. Ela então ofereceu a peça America, um vaso sanitário feito de ouro puro, feita pelo artista plástico italiano Maurizio Catellan, que critica a opulência dos norte-americanos.

“O artista da obra gostaria de oferecê-la à Casa Branca em um empréstimo a longo prazo”, disse a curadora no e-mail obtido pelo jornal The Washington Post. “Claro, é uma peça extremamente valiosa e frágil, mas nós vamos prover todas as instruções para sua instalação e manutenção”, continuou Spector na irônica resposta.

O museu Guggenheim confirmou que Spector mandou essa resposta para a Casa Branca em setembro de 2017, mas não deu mais detalhes sobre o assunto. Já o artista da obra riu quando foi contatado pelo jornal. “Esse é um assunto delicado”, disse Catellan ao jornal.