Cão idoso já viu 134 cachorros serem adotados e ainda não conseguiu uma família

Redação - O Estado de S.Paulo

Devido à velhice, cuidadores dizem que o animal precisa sair do canil para viver num ambiente que lhe traga ‘paz e tranquilidade’

Sam é da raça Staffordshire Bull Terrier, tem aproximadamente 12 anos e vive na Inglaterra.

Sam é da raça Staffordshire Bull Terrier, tem aproximadamente 12 anos e vive na Inglaterra. Foto: Divulgação / RSPCA

Muito se fala que adotar um animal é um ato de amor. No entanto, nem todos os bichos desfrutam desse sentimento, uma vez que acabam não sendo prioridade nas filas de adoção.

Sam, da raça Staffordshire Bull Terrier, é um exemplo disso. O cão de cerca de 12 anos já viu 134 cachorros serem acolhidos por famílias desde sua chegada ao abrigo inglês South Godstone, mas ninguém se interessou por ele até agora.

Por ser idoso, a assistente da ONG, Emily Jefferson, afirma que ele precisa ser acolhido e passar um tempo longe da vida no canil. "Ele gosta de paz e tranquilidade, então precisa de um lugar onde possa relaxar", diz.

No site da instituição, Sam é descrito pelos cuidadores como um cachorro sensível e que fica ansioso em meio aos outros cães. Entretanto, é ativo, gosta de brincar no jardim e tomar banho de sol.