Cão com 'dreads' é tosado pela primeira vez em 13 anos

Redação - O Estado de S. Paulo

Yorkshire Terrier Poppy morreu e seu dono se declarou culpado por negligência com animal

Cachorra morreu por danos sofridos na espinha

Cachorra morreu por danos sofridos na espinha Foto: Josch13 / PIxabay

Uma cachorra da raça Yorkshire Terrier, chamada Poppy, que não teve seus pelos limpos ou escovados por 13 anos, foi encontrada sob “dreads” por veterinários. Após ser levada para tratamento por veterinários da Associação Real para Prevenção a Crueldade aos Animais (RSPCA, na sigla em inglês), ela morreu em função de uma lesão sofrida na espinha.

O dono de Poppy, chamado Paul Padmore, de 58 anos, se declarou culpado no Tribunal de Magistrados de Birmingham por ter sido negligente quanto às necessidades de higiene do animal. Como pena, Padmore deverá realizar seis semanas de trabalho comunitário e pagar 100 libras em custos e mais 85 em taxas adicionais sobre a vítima.

De acordo com informações da BBC, os veterinários encontraram o cachorro sobre uma massa de pelos de cerca de 35 centímetros de comprimento e pesando dois quilos. Houve tentativa para encontrar outra casa e outro dono mais cuidadoso para Poppy, mas ela não resistiu.

A inspetora Beth Boyd, da RPSCA, afirmou à agência britânica que o animal estava coberto por pelos por todas as partes do corpo. “Estava tendo até dificuldades para andar”, afirmou.

“Não apenas o pelo dela estavam em más condições, mas as patas dela também estavam muito crescidas. No começo ela estava bem agressiva, mas assim que nós a levamos para um veterinários, o temperamento mudou completamente e ela ficou gentil para se lidar”, disse a inspetora.