Autoridades fecham fábrica que poluiu rio e deixou cães com pelo azul na Índia

Redação - O Estado de S.Paulo

Apesar de terem ficado azuis, a poluição não causou danos maiores à saúde dos cachorros

Cachorros ficaram azuis após entrarem no rio Kasadi, em Mumbai, Índia.

Cachorros ficaram azuis após entrarem no rio Kasadi, em Mumbai, Índia. Foto: facebook/animalprotectioncell

Após 11 cachorros terem ficado com o pelo azul, uma fábrica de Mumbai, na Índia, foi fechada. A companhia foi acusada de jogar dejetos industriais e água sem tratamento no rio Kasadi.

Os 'cachorros azuis' foram vistos no início de agosto, segundo o Hindustan Times, levando moradores da região a reclamarem com o Centro de Controle de Poluição de Maharashtra sobre corantes artificiais que estavam sendo jogados no rio, onde muitos animais costumam nadar. Em uma das medições realizadas no Kasadi, foi constado que rio estava 16 vezes acima do limite de poluição considerado seguro para os seres vivos.

"Foi chocante ver como os cachorros de pelo branco ficaram completamente azuis", disse Arati Chauhan, representante da Navi Mumbai Animal Protection Cell, ao Hindustan Times. "Nós vimos cinco cachorros aqui e pedimos ao órgão de controle da poluição para agir imediatamente contra fábricas como essa", explicou.

O órgão investigou e, na última quarta-feira, 16, a fábrica foi fechada após ser confirmado que os cachorros ficaram azuis devido à poluição de ar e da água causada pela fábrica. Uma agência que protege os direitos dos animais abrigou, deu banho em alguns dos cachorros e concluiu que, apesar de terem mudado de cor, os animais estavam bem.

De acordo com dados obtidos pela ONG Watchdog Foundation, há 977 indústrias químicas, farmacêuticas, de engenharia e de alimentos na área do rio Kasadi, em Mumbai.