Arquitetos constroem 'muro' no Canadá para aproximar as pessoas ao invés de separá-las

- O Estado de S.Paulo

Iniciativa é uma resposta ao muro que Donald Trump pretende construir para separar México e EUA

'Muro' é uma resposta à proposta de Trump de construir um muro que separa o México dos EUA.

'Muro' é uma resposta à proposta de Trump de construir um muro que separa o México dos EUA. Foto: Divulgação/Atelier ARI

Uma das promessas de maior destaque de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, é construir um muro em toda a fronteira do país com o México. O vizinho Canadá, porém, já declarou ser contra isso e que está de 'portas abertas para imigrantes'.

Agora, arquitetos canadenses resolveram, recentemente, dar mais um sinal de oposição à atitude de Trump e construíram um 'muro' metafórico que, ao invés de separar as pessoas, tenta aproximá-las no rio Assiniboine, que, nessa época do ano, fica congelado e serve como pista de patinação.

O 'muro' é feito de fitas plásticas que isolam o frio.

O 'muro' é feito de fitas plásticas que isolam o frio. Foto: Divulgação/Atelier ARI

Ao olhar de longe, o Open Border, que significa Fronteira Aberta, realmente parece ter a função de dividir um espaço. Porém, ao chegar mais perto, percebe-se que ele consiste em tiras térmicas de plástico vermelho. Ao atravessar essas tiras, que são capazes de isolar o frio, patinadores e pedestres de qualquer gênero, nacionalidade, cor, orientação sexual ou religiosa se cruzam como forma de mostrar que, ali, ninguém é segregado.

"Open Border é uma resposta ao atual clima tenso na polícia. A conclusão do projeto coincide com o momento em que o presidente dos Estados Unidos confirma seus planos para a construção de um muro ao longo da fronteira mexicana e opta por fechar drasticamente as fronteiras para diversos países mulçumanos", explica o site dos arquitetos responsáveis pelo 'muro'.

De longe, muro parece dividir algo mas, de perto, é apenas um local de passagem divertido.

De longe, muro parece dividir algo mas, de perto, é apenas um local de passagem divertido. Foto: Divulgação/Atelier ARI