Após deixar cachorro para ser sacrificado, família o encontra para adoção

Redação - O Estado de S.Paulo

A história bizarra aconteceu nos Estados Unidos, e o veterinário responsável precisou se explicar

Família nos Estados Unidos reencontrou cachorra seis meses após ter a deixado para ser sacrificada.

Família nos Estados Unidos reencontrou cachorra seis meses após ter a deixado para ser sacrificada. Foto: Pixabay / Gadini

Quando a família Coates deixou Zoey, uma boxer de nove anos de idade, para ser sacrificada após descobrirem um tumor que estava causando convulsões na cachorra, nunca pensaram em reencontrá-la seis meses depois. Mas foi exatamente o que aconteceu. Essa história bizarra ocorreu no Estado de Utah, nos Estados Unidos.

Tammy Coates, a dona de Zoey, estava passando por páginas de resgate de animais no Facebook quando viu uma boxer muito parecida com sua cachorra. “Em um primeiro momento pensei que estivesse louca, mas dei zoom na foto e vi que realmente era a Zoey”, disse em entrevista para a emissora KSL.

Em novembro, Tammy levou a cachorra para ser sacrificada e pagou US$ 215 ao veterinário Marty Smart para cobrir os custos da eutanásia e posterior cremação. Em vez de seguir o procedimento, ele usou o dinheiro para retirar o tumor e deu o cachorro para adoção.

“Na minha avaliação profissional se tratava de um cachorro que ainda tinha vários anos de vida, então a operei”, disse o veterinário para a emissora. “Nas minhas conversas com os Coates fiquei com a nítida impressão de que eles queriam sacrificá-la porque não queriam mais o cachorro, então após a operação a deixei para adoção”, completou.

Tammy negou as declarações do veterinário e afirmou que pretende processá-lo. Após tudo isso, a cachorra passa bem e já voltou para a família Coates.

Veja abaixo a reportagem (em inglês) que conta a história de Zoey:

VEJA TAMBÉM: 14 histórias emocionantes de pessoas que adotaram cachorros.

Camila Blankstein/ Luiza Maluf/ Bruno Helman
Ver Galeria 29

29 imagens