Anúncio do Peta é banido por mostrar cabeça de cachorro servida em ceia

Redação - O Estado de S.Paulo

'Se você não comeria seu cachorro, por que comer um peru?', questiona a organização

A Transport for London alegou que o anúncio desrespeitava regras definidas pelo comitê responsável

A Transport for London alegou que o anúncio desrespeitava regras definidas pelo comitê responsável Foto: Pixabay

Um anúncio da ONG Peta (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais, na sigla em inglês) que circularia em Londres foi banido por mostar imagens gráficas de um cachorro sendo servido como ceia de Natal.

A organização planejava estampar a imagem com as frases "Se você não comeria seu cachorro, por que comer um peru? Comece uma nova tradição. Vire vegano" nos ônibus da cidade, mas a London Buses se recusou a veicular o anúncio em seus carros. A empresa alegou que a imagem poderia ser ofensiva e, portanto, não se encaixaria nas diretrizes do Committee of Advertising Practice (CAP - Comitê de Práticas de Anúncios, em tradução livre).

De acordo com o Peta, o Transport for London, órgão governamental responsável pelo transporte na cidade, havia aprovado a propaganda, mas a London Buses, subsidiária do órgão, não aceitou a veiculação. 

"É vergonhoso e confuso que a campanha da Peta tenha sido rejeitada pela London Buses, enquanto os londrinos são bombardeados com anúncios vendendo cadáveres de peru. O que é realmente ofensivo não é o anúncio, mas matar aves inofensivas - que têm a mesma capacidade de sentir dor do que os cachorros com os quais dividimos nossas casas - por um breve momento de paladar", escreveu o Peta um blog da organização. 

Um porta-voz da Transport for London disse ao site Mashable que a anúncio foi banido com base nas diretrizes do CAP, que afirma que "não é permitido causar medo ou incômodo sem razão justificável". A decisão também informa que os anunciantes não devem usar imagens chocantes apenas para chamar atenção. "Nossa agência rejeitou essa propaganda seguindo o conselho do Comitê de Práticas de Anúncios", afirmou o porta-voz.

A imagem está disponível nas redes sociais do Peta. Clique no link para ver: