Animais exóticos são furtados de santuário na Flórida após anúncio falso

Redação - O Estado de S.Paulo

Publicação informava que quem quisesse os animais poderia pegá-los livremente

A polícia de Miami está investigando como 36 animais exóticos foram furtados de um santuário por conta de um anúncio falso na internet

A polícia de Miami está investigando como 36 animais exóticos foram furtados de um santuário por conta de um anúncio falso na internet Foto: Pixabay/InspiredImages

Um anúncio falso feito em um site de vendas fez com que 36 animais exóticos tenham sido furtados de um santuário localizado em Miami, na Flórida, informa o jornal britânico The Guardian. Colocado no Craigslist, conhecido por não ter uma curadoria do que é postado, o aviso dizia que o We Care Wildlife Sanctuary estava fechando e que quem quisesse os animais era só chegar no local e pegar.

Na madrugada de domingo, um caminhão encostou nos fundos do santuário e levou consigo sete lêmures, cinco saguis, quatro macacos, sete pássaros e 13 tartarugas. A polícia de Miami, que está investigando o caso e oferece uma recompensa de US$ 1 mil (cerca de R$ 3,2 mil) para quem der informações sobre o paradeiro dos animais, acredita que o anúncio e o crime são conectados e tenham sido premeditados.

“Nós fomos violados”, disse Cindy Robert, uma voluntária do santuário, ao The Guardian. “Não acredito que esses animais serão cuidados, só o estresse da situação já pode causar ataques cardíacos em alguns deles”, continuou. “Eles deixaram os guaxinins, cavalos, bodes e alguns dos pássaros que eles não viram porque estava muito escuro. Pelo menos mantivemos esses”, diz Cindy.

A polícia acredita que o crime tenha sido planejado porque só animais raros e que valem altas quantias no mercado negro foram levados, o que exigiria um conhecimento prévio do esquema de segurança do santuário e onde eles estariam localizados. “Eles levaram os animais raros e sabiam exatamente o que queriam”, falou a voluntária, pontuando que os bichos valem milhares de dólares e alguns deles necessitam de cuidados especiais.