Animais com deficiência ganham vida nova em santuário de Israel

Elana Ringler - Reuters

A maioria dos quase 240 animais da Freedom Farm foram criados para abate

A vaca Nir é a mais recente integrante da Freedom Farm.

A vaca Nir é a mais recente integrante da Freedom Farm. Foto: Nir Elias/Reuters

Miri, um jumento de três patas, Gary, uma ovelha com aparelho ortopédico e Omer, um bode cego, mastigam feno no único santuário educacional de resgate animal de Israel.

Fundado pelos ativistas dos direitos dos animais Adit Romano, de 52 anos, ex-executivo de negócios, e Meital Ben Ari, de 38, que trabalhava com tecnologia, o Freedom Farm serve como um refúgio para a maioria dos animais deficientes e como centro educacional para visitantes.

"Se você quer que as pessoas abram seus corações para esses animais, temos que trazê-los para perto", disse Romano, acariciando dois porcos chamados Yossi e Omri.

Ovelha com próteses nas patas.

Ovelha com próteses nas patas. Foto: Nir Elias/Reuters

A maioria dos quase 240 animais na instalação foram criados para abate. Alguns foram doados por agricultores que escolheram salvá-los. Outros, como Miri, que foi encontrado deitado em uma vala com uma pata quebrada, foram abandonados. Depois do resgate de Miri, a pata foi amputada.

Gili e Miri na Freedom Farm, em Israel.

Gili e Miri na Freedom Farm, em Israel. Foto: Nir Elias/Reuters

A integrante mais recente da fazenda é Nir, uma vaca de cinco meses de idade equipada com uma prótese na pata para substituir a que foi quebrada e depois amputada.

Custa cerca de US$ 1 milhão por ano administrar a fazenda, que depende de contribuições e trabalhadores voluntários de Israel e do exterior, incluindo músicos - que vão tocar para os animais.

VEJA TAMBÉM: Confira o antes e depois de cães resgatados

Reprodução / Imgur @Nosleeptillwhiterun
Ver Galeria 19

19 imagens