Noivos trocam festa de casamento por evento solidário: ‘Alimentar quem realmente precisa’

Redação - O Estado de S.Paulo

Ana Paula Meriguete e Victor Ribeiro promoveram evento beneficente para crianças em situação de risco e seus familiares

O casal escolheu uma instituição que atende 50 crianças em situação de risco para fazer a festa de casamento 

O casal escolheu uma instituição que atende 50 crianças em situação de risco para fazer a festa de casamento  Foto: Arquivo pessoal de Ana Paula Meriguete

Ana Paula Meriguete e Victor Ribeiro se casaram em 16 de fevereiro com direito a cerimônia religiosa na igreja católica, com a noiva vestida de branco, com buquê e aliança. Os jovens receberam os cumprimentos dos familiares em uma mesa com bolo logo após a cerimônia. Mas na hora da festa o casal fugiu um pouco do tradicional. Na quinta-feira, 21, eles se reuniram no Centro Social Santa Mônica, em Guarapari, Espírito Santo, com crianças em situação de vulnerabilidade social e suas famílias para um jantar de comemoração. 

"Decidimos alimentar quem realmente precisa, porque nossos parentes têm condições", diz Victor sobre a festa que reuniu 160 pessoas. O recém-casado conta que não fazia questão de uma festa de casamento e ideia, inclusive, o incomodava. No entanto o evento era importante para a sua noiva. Então, os dois rezaram em busca de uma decisão. Ana Paula e Victor cantam à frente de missas e a música trouxe a resposta: 'Se uma ceia quiseres propor, não convide amigos, irmãos e outros mais. Sai à rua a procura de quem não puder recompensa te dar, que o teu gesto lembrado será por Deus'. "Não é errado fazer festa de casamento, é uma comemoração digna, mas nós podíamos fazer mais", afirma o educador físico.

Ana Paula Meriguete e Victor Ribeiro 

Ana Paula Meriguete e Victor Ribeiro  Foto: Photolife

"Na minha família todo mundo fez, para mim era comum ter uma festa de casamento. Mas o Victor não queria e iria fazer por mim", diz a cantora. Ela explica que contaram para os pais como seria a festa de casamento no jantar de noivado. "No início, foi um pouco assustador. Mas tivemos nossa festa de casamento do 'jeitinho' que queríamos, ficamos satisfeitos e em paz", revela Ana Paula.

A intenção dos noivos era arcar com todos os custos do evento, porém ao contarem para amigos e familiares a ideia se espalhou e começaram a surgir doações e ofertas de trabalho voluntário. Por fim, contaram com a ajuda de pessoas que nem conheciam e de empresas; o próprio jantar foi preparado por um buffet profissional.