Ação expõe letras de músicas brasileiras com referências a feminicídio e estupro

Gabriela Marçal - O Estado de S.Paulo

Além de funks, são citadas canções de compositores como Noel Rosa, Bezerra da Silva e Sidney Magal

Trecho da música 'Se te agarro com outro te mato' de Sidney Magal, cantor famoso nos anos 80

Trecho da música 'Se te agarro com outro te mato' de Sidney Magal, cantor famoso nos anos 80 Foto: Thales Ferreira/ Secretaria De Políticas Para Mulheres de São Leopoldo

Em referência ao Dia da Mulher, que ocorreu na quinta-feira, 8, a Secretaria de Políticas Para Mulheres de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, abriu ao público uma exposição de fotos que abordam letras de músicas que são machistas e falam sobre violência doméstica, estupro e feminicídio.

A mostra 'Música: Uma Construção de Gênero' ocorre no saguão da prefeitura e traz fotos de Thales Ferreira. 

'Feminicídio e impunidade... Quanto valem nossas vidas?, escreveu a secretaria em sua página no Facebook sobre a canção 'Se te agarro com outro de mato',  de Sidney Magal.

No primeiro dia de março, o órgão também promoveu um seminário sobre o mesmo tema.

Veja algumas imagens da exposição:

 

 

 
 
 
 

 

#DeUmaVozPorTodas​

No Dia Internacional da Mulher, o Estadão promoveu a campanha Colunistas (Des) Conhecidas, na qual colunistas e blogueiras publicara relatos reais de mulheres vítimas de violência no Brasil. 

Os relatos foram colhidos pelas próprias colunistas e blogueiras com base em entrevistas com mulheres que sofreram agressões, indicadas pelo projeto Justiça de Saia, da promotora de Justiça Gabriela Manssur. Leia aqui todos os depoimentos.