50 coisas que não queremos ver neste Natal

- O Estado de S.Paulo

Alguém ainda aguenta a piada do pavê?

  

   Foto: Reprodução/Pixabay

Então é Natal. Ou melhor, quase. Neste sábado, 05, faltam exatamente 50 dias para a data comemorativa que costuma reunir famílias no mundo inteiro para ouvir a famosa música da Simone, socar uva passa na comida e, se você tiver a paciência de resistir até a sobremesa, ouvir a famosa piada do pavê.

Claro, é sempre bom rever quem a gente ama, mas tem algumas coisinhas que poderiam deixar a data ainda melhor se não existissem. Listamos as 50 coisas que você definitivamente gostaria que sumissem do Natal.

- Piada do pavê: é pavê ou pá cumê?

- Uva passa na farofa, uva passa no arroz, uva passa nas frutas, uva passa no chester, uva passa em geral. Se fosse bom, tinha o ano inteiro

Chuva de uva passa no 'Last Week Tonight'

Chuva de uva passa no 'Last Week Tonight' Foto: Reprodução/Youtube

- A clássica pergunta: ‘vai casar quando?’, só para as mulheres

- Falando em machismo, ninguém mais aguenta ver os homens na mesa e as mulheres na cozinha

- Repassar presentes que você ganhou no ano passado. A sua tia escolheu com tanto carinho aquele hidratante de uva com chantilly da Victoria’s Secret… Não vai dar pra outra pessoa, né?

- Música ‘Então é Natal’, da Simone

- Histórias de infância contadas pela décima vez

- Quem não fez nada e está reclamando da comida

- Fotos (muito bem tiradas e nada repetitivas) do último cruzeiro dos tios

- 'Bandido bom é bandido morto’, ‘na época dos militares não tinha disso’ e outras pérolas dos tios ultraconservadores

- ‘E as namoradinha?’, no singular, de preferência com um aperto na bochecha

- Briga da avó com a tia sobre quem tem a melhor receita

- Parentes julgando as tatuagens, os piercings ou a escolha de roupas dos sobrinhos jovens

- Amigo secreto com revelações constrangedoras

- Deixar escapar que Papai Noel não existe

- Aquele parente que tira foto de TUDO

- Sentar na mesa das crianças aos 20 anos de idade

- Ouvir sobre como o seu primo está num ótimo emprego e a sua prima bem casada. Que tal inverter os papéis aqui?

- Dar um presente caríssimo só para ostentar no amigo secreto 

  

   Foto: Reprodução/NBC

(Tipo quando o Michael dá um iPod para o Ryan em The Office)

- Brigar pela playlist da festa

- O engraçadinho que fica bêbado e troca os nomes nos presentes

- Obrigar as crianças a fazer apresentações musicais ou de balé. ‘Mostra como você sabe dar um duplo twist carpado, Fernandinha!’

- O especial do Roberto Carlos. Ou, pensando melhor, talvez este ano a gente veja só pra entender como é que a Jennifer Lopez vai fazer sentido nessa situação

- Vinheta de fim de ano com a velha música ‘Hoje é um novo dia…’

- Corrente de Natal no WhatsApp e no Facebook

  

   Foto: Reprodução

- Piadas com o saco do Papai Noel

- ‘Já é natal na Austrália!’

- Acompanhar o papai noel ‘em tempo real’ na internet. Ah, essas crianças de hoje em dia...

- Os temas de Natal no shopping. Papai noel no camping, Papai Noel roqueiro, Papai Noel de paraquedas? Sério?

- Obrigar as crianças a tirar foto com Papai Noel também

- Crianças fazendo birra em lojas

- Aliás, lojas em geral. E aeroportos, rodoviárias, estradas…

- Trocadilhos com o Neném  da Pepê (entenda aqui)

- Dar seus artesanatos de presente para os outros. (Não seja o Romero Britto)

- Cereja em conserva em todas as sobremesas (Ou melhor, mamão ou chuchu com corante vermelho)

- Cesta  de frutas lindas só para olhar

- Papais noéis assustadores

- O Biel. É, o Biel.

  

   Foto: Reprodução/Youtube

- Tentativas de criar um Papai Noel Brasileiro

- Familiares mais velhos dizendo que ‘na minha época’...

- Comentários sobre quem engordou

- Ganhar meias de presente. Ou porta-retratos

- Mensagem de natal do ou da ex

- Só liberar a comida depois da meia-noite

- Dar pets de presente para as crianças e depois não cuidar deles

- Discursos de 40 minutos no amigo secreto

- Todo mundo falando que o ano passou rápido demais

- Mamãe noel sexy. Por favor, né.

- Passar duas horas se arrumando para ficar sentado no sofá

- E a famosa árvore de natal de garrafa pet. Reciclar é suficiente. Vamos estabelecer limites aqui.

  

   Foto: Estadão