Uma cobertura para curtir

Jennifer Gonzales - O Estado de S.Paulo

Reforma produzida por Fabiana Avanzi eTininha Loureiro valoriza área de lazer e dá à cobertura um ar moderno

A antiga escada que ligava os dois andares do dúplex na Chácara Santo Antônio mudou não só de roupagem, mas de local, na reforma executada pelas arquitetas Fabiana Avanzi e Tininha Loureiro. A dupla tinha como missão valorizar a área de lazer e dar ao apartamento um toque moderno, em sintonia com o estilo de vida dos jovens proprietários. Um ano e meio depois do início das obras, a escada, que ficava próxima à cozinha e ocupava boa parte dessa área, foi substituída por outra - de aço e revestida com pedra pizarra (importada do México). A geometria retangular dos degraus, contíguos à parede com paginação de canjica de pedra (na Pedras Valência, o filete branco custa R$ 70 o m², sem colocação), faz um interessante jogo de formas com o lustre sobre a mesa de jantar (já fora de linha da La Lampe, mas se encontram modelos parecidos a partir de R$ 1.875)."Embora radical, optamos por essa alteração, já que a escada estava mal situada no dúplex. Além disso, numa cobertura, a escada pode e deve ter certo destaque", diz Fabiana. Deslocá-la de seu lugar original não foi obra trivial no imóvel localizado no 18º andar do edifício de 30 anos. "Começamos a reforma sem autorização e o condomínio embargou a obra. Então, tivemos de esperar três meses até a aprovação para continuar o projeto", lembra a profissional. "Mas valeu a pena. Agora, a cozinha tornou-se mais bem aproveitada, sem a escada no meio do ambiente." Lugar de festaAlém da sala de jantar e da cozinha, o primeiro piso abriga os dormitórios. Mas é no andar superior que os moradores fazem a festa. O amplo living também abriga o home theater, com aparador de madeira laqueada - para os equipamentos de áudio e vídeo - e painel de madeira ebanizada (Ângelo Arte Marcenaria, preço sob consulta), onde fica a TV de plasma. Essa parede exerce outras funções: separa a pequena copa (com minifogão e pia), instalada no fundo do living, e ainda esconde o cano que surgiu no piso quando a antiga escada foi removida. Como não era possível eliminá-lo, já que faz parte do sistema de captação de águas pluviais do prédio, o painel serviu como camuflagem. Para controlar a intensa luminosidade do local, as arquitetas optaram por persianas com lâminas de poliéster (da Luxaflex, o m² aproximado do modelo Silhouette custa a partir de R$ 910, na Arthur Cortinas).A pedido dos proprietários, o espaço anexo, que abrigava a minúscula academia, foi transformado em sala de descanso, com o sofá-cama de fibra sintética (da Casual, de fibra natural, a partir de cerca de R$ 6 mil, sem o tecido) posicionado de frente para os painéis de vidro deslizantes que permitem apreciar a área externa. Essa, aliás, é formada por dois planos: no primeiro, fica a churrasqueira e no outro, o deck com piscina.Sem chuvaAntes da reforma, a churrasqueira estava entre os dois pisos e, após a mudança, o espaço passou a abrigar uma caixa de madeira ripada que serve de apoio para o chuveiro - e esconde o sistema de ar-condicionado. Junto à churrasqueira, o ambiente de refeições recebeu mesa e bancos de madeira pequiá (da Tora Brasil, feita sob encomenda). Tudo está protegido da chuva pela cobertura de vidro retrátil (Engevidros, preço sob consulta). "No piso, o fulget branco (Casa Franceza, preço sob consulta)confere leveza, além de ser antiderrapante", afirma Fabiana. Uma última mudança permitiu que a vista da cobertura, de onde se vêem as casas e bosques do bairro, fosse mais bem apreciada. Como os donos queriam descansar nas espreguiçadeiras da piscina e olhar além das muretas da cobertura, as arquitetas adicionaram ao deck de pinus tratado (Batistas Deck, a partir de R$ 250 o m² instalado) 50 centímetros à altura original de 1,80 m.