Um ano de boas ideias

- O Estado de S.Paulo

A luminária Eva, de Isa de Paula Santos, custa R$ 2.113 na Benedixt. Foto: Divulgação   Ano que começa, ano que termina. Tempo apropriado para retrospectivas e balanços. O design, claro, não foge à regra. Embalado pela conjuntura econômica favorável, o desenho nacional ganhou em expressão em 2008. Do produto industrial às pequenas séries, o ano foi pródigo em projetos consistentes, com opções para todos os bolsos. Confira a nossa seleção.Profissional atuante no mercado paulista, Baba Vacaro marcou presença com sua coleção de utensílios e jogos de mesa de prata para a St. James, empresa onde atua como diretora de criação. Também entre os industrializados, seu inusitado Tapis, lustre com cúpula de tapete, já integra a coleção Dominici.No capítulo luminárias, aliás, o ano foi farto de boas surpresas. Estreante no setor, a designer Isa de Paula Santos fez bonito com Eva, luminária tipo tripé com cúpula que reproduz o desenho de uma flor de lótus. Outro destaque: Móbile, totens luminosos construídos em diversos tamanhos, de Luiz Pedrazzi. Entre os móveis produzidos em pequenas séries, a linha de cadeiras Trama, também assinada pelo designer, ganhou cores e diferentes versões, enquanto entre os estofados, Marcus Ferreira, da Decameron, revisitando o decorativo, apresentou um novo modelo de poltrona, a Rippa - generoso móvel com estrutura de madeira e almofada removível. Digna de nota, a alta tecnologia aplicada à produção de móveis e utilitários domésticos ganhou dimensão inédita em 2008, como confirmam a linha de vasos Plissan, de porcelana, do ateliê Holaria, as mesas de acrílico de Wagner Archela e a cadeira Toy, de Marcelo Ligieri, que incorpora ao projeto técnicas de impressão digital. Vencedor do 1º Concurso Craft Design, o ano também foi próspero para Domingos Tótora. Além da premiada mesa Água, os bancos Folha, ambos moldados em papel jornal reciclado, representam a contribuição do design brasileiro ao discurso da consciência ambiental.