Tudo azul do mar

- O Estado de S.Paulo

Neza Cesar usa a cor de Iemanjá na festa em Ilhabela

Fazia dois anos que a decoradora Neza Cesar não ia a Ilhabela, litoral norte de São Paulo. Na casa que ela mesma decorou, pertencente a uma amiga e cliente, a profissional passou agradáveis verões. O retorno teve boa razão: montar uma recepção de Natal despojada, com várias idéias para quem vai passar o fim de ano na praia. Cada vez mais adepta do que é simples, Neza acredita ser possível comemorar a data sem ostentação, com foco no bem-estar. O local, uma construção com acabamentos rústicos na badalada Praia da Feiticeira, ajuda.Mérito da decoradora é saber aproveitar o que tem à mão. "Valorizo o que está em volta de mim", comenta, enquanto elege alguns objetos disponíveis na casa, como os copos coloridos que arruma com destreza na bandeja, criando uma composição bonita de olhar. Segundo ela, a dica é vasculhar os armários e ver o que pode ser usado, antes de sair comprando peças para a festa. "Se o clima for informal, é possível misturar louças, copos e taças de diferentes modelos sem problemas", exemplifica. É importante também determinar as cores que vão permear os ambientes, como os tons de azul e branco escolhidos, que têm tudo a ver com o clima praiano. Além disso, remetem a Iemanjá, a rainha das águas, que aparece aqui e ali como referência. Seja pela escolha das cores auspiciosas, seja pelo ícone da mãe-d?água, o Natal de Neza acabou com um jeito de ano-novo. Tudo bem. "Na praia as duas datas se misturam por conta da descontração", acredita ela, para quem o mais bacana da época é poder reunir a família. No living, o sofá turquesa recebeu almofadas azuis em profusão, que convidam a relaxar. A mesa-bar junto ao janelão concentra as bebidas e os petiscos criados pelo banqueteiro Marcelo Sampaio. São patês de tomate seco, queijos, frutas secas e castanhas, para degustar com drinques de Prosecco, calda de figo e chocolate. "É só o começo", avisa ele, que preparou um cardápio leve e vegetariano, ideal para o tempo quente. Outro destaque é a árvore de Natal moderna, montada pela artista plástica Isabelle Tuchband, cujo destaque são flores feitas de papel de seda - elementos fáceis de copiar. "Nessa época, a gente tem de botar para fora nosso lado criança", brinca ela, que também decorou um lustre turquesa com produtos comprados em lojas de armarinhos e velas. A peça foi pendurada na área externa sobre a mesa que serviu de apoio aos pratos preparados por Marcelo. Para aproveitar o clima ameno, a ceia é ao ar livre. A mesa de refeições sobre o deck exibe jogos americanos, louças pintadas à mão e taças coloridas. "Para contrastar, usei pitadas de verde nos vidros", comenta a decoradora. Já a sobremesa é servida na varanda, um dos locais onde ela pendurou tecidos azuis de voile para criar a atmosfera envolvente. Flores não poderiam faltar. O quesito ficou a cargo de Luciana Castello e Sueli Miranda, da Beach Flowers, empresa em atividade na ilha. "Natal na praia tem de ter simplicidade", comenta Luciana, que concebeu arranjos despretensiosos, como pedia a ocasião.