Saiba como usar as candy colors (ou tons pastel)

Ana Lourenço - O Estado de S. Paulo

Em alta na decoração, cores recobrem de móveis a paredes

Aqui, além de variar na escala de cor do rosa, os quadros decorativos ajudaram a criar mais pontos de cor estilo candy

Aqui, além de variar na escala de cor do rosa, os quadros decorativos ajudaram a criar mais pontos de cor estilo candy Foto: Projeto Beatriz Quinelato

Você já ouviu falar em candy colors? Como o próprio nome já diz, são cores suaves, que remetem às tonalidades das balas e confeitos. Também conhecidas por tons pastel, elas possuem, basicamente, alta luminosidade e baixa saturação.

Ao nos referirmos à elas, comumente colocamos as palavras “bebê" junto ao nome da cor, como em rosa-bebê, azul-bebê, ou ainda, verde-bebê e, por isso mesmo, elas são associadas às tonalidades aos quartos de crianças. Mas isso não quer dizer que elas sejam indicadas apenas para este tipo de ambiente. As candy colors podem ser aplicadas nos mais diversos espaços da casa: das grandes paredes até objetos pontuais.

De acordo com a arquiteta Beatriz Quinelato, as cores ganharam destaque na decoração devido a leveza que elas sugerem. “Os tons das candy colors imprimem leveza à casa. Uma sensação cada vez mais procurada pelas pessoas devido a intensidade do dia-a-dia”, afirma. 

Além disso, segundo a arquiteta, elas são super versáteis, permitindo combinações entre elas ou com tons mais fortes. “Em uma base neutra, como o branco, a candy color traz suavidade. Mas também é possível criar um ambiente monocromático a partir de uma escala delas, ou ainda misturar diferentes tons entre si”, explica Beatriz. “Minha sugestão é misturar o verde e o rosa candy. As duas ficam lindas juntas”, comenta.

Para se inspirar e colocar mais candy colors em sua casa, confira nossa galeria: 

Pinterest/Jacalyn
Ver Galeria 8

8 imagens