Reforma rápida: Quarto de bebê

JENNIFER GONZALES - O Estado de S.Paulo

Azul, branco e aconchego

Onde: quarto de bebê

Quem fez: o arquiteto Toninho Noronha

O problema: jovem casal, que mora em um apartamento de três dormitórios, precisa de um quarto para o segundo filho que acaba de nascer - daí a reforma no quarto destinado aos hóspedes

Como era: o dormitório de 12 m² tinha paredes brancas e carpete em tom cru. A mobília se resumia a uma cama de casal.

Como ficou: as paredes foram pintadas de azul, no mesmo tom do tecido usado no mobiliário. Painéis de madeira laqueados de branco foram instalados em uma das paredes laterais. Em vez de usar um lambri tradicional, típico de quartos de bebê, o arquiteto optou por painéis assimétricos para dar ao ambiente um quê moderno (Marcenaria Renara). O painel principal serve também de suporte para a TV de plasma. A iluminação devia ser suave, fácil de ser controlada; por isso, pontos elétricos foram instalados atrás do painel principal (Gilberto Rodrigues Instalações Elétricas), que recebeu balizadores com dimmer (Wall Lamps). Lâmpadas Osram T5 (Sase), embutidas na parte inferior das prateleiras, emitem uma luz amarela. O carpete foi substituído por madeira laminada (Durafloor, Casa Fortaleza).

Decoração: no painel principal, o adesivo assinado por Margot Taketa, da A10 Design, alegra o ambiente com desenhos de animais. O berço, a cama da babá e a cômoda são da Design Baby?s Place. A poltrona, que já pertencia ao casal, recebeu novo tecido e um pufe (tapeceiro Christiano, com tecido da Donatelli).