Quartos com algo a mais

Ana Lourenço - O Estado de S. Paulo

Mais do que obedecer a um estilo específico, projeto deve contemplar desejos e necessidades individuais

Para uma melhor visualização, o closet recebeu marcenaria aberta. Destaque do ambiente, a penteadeira, com direito a espelho iluminado, como desejava a cliente

Para uma melhor visualização, o closet recebeu marcenaria aberta. Destaque do ambiente, a penteadeira, com direito a espelho iluminado, como desejava a cliente Foto: Gisele Rampazzo

Desde pequenos somos ensinados de que nosso quarto é o nosso refúgio. Não surpreende, portanto, que ele seja, entre todos os ambientes da casa, de longe, o mais personalizado. 

Contornando a limitação de espaço, neste dormitório, o Estúdio 035 não poupou esforços para atender as exigências de seus moradores: um home office para os dois e um closet para ela. Um tipo de investimento que costuma render bons resultados. Como você comprova a seguir.

O home office divide espaço com a cama do casal

O home office divide espaço com a cama do casal Foto: Gisele Rampazzo

Com a cara do dono

No bairro do Morumbi, em seu apartamento de 260 m², um casal com três filhos desejava dispor de espaços com maior personalidade para cada um dos membros da família. Coube ao estúdio de arquitetura Urbhá traduzir o estilo de cada um dos moradores na decoração de seus quartos. “Conversamos com cada um deles para captar tudo o que gostavam: cores, temas, materiais”, explica a arquiteta Alana Furumoto. 

Confira as fotos do quarto:

Manu Oristanio
Ver Galeria 4

4 imagens

Dentre as crianças, coube ao único menino receber um quarto decorado com base em instrumentos musicais. Tudo temperado pela forte presença da madeira e do concreto aparente. “A cama com elemento ripado e a mesa de estudos são os grandes destaque do ambiente”, completa a arquiteta Mariana Fajnzylber.

Segundo ela, conciliar circulação e bom aproveitamento do espaço foi a maior dificuldade de projeto. “Para solucionar a questão tivemos de encostar a cama e os demais móveis nas paredes para assim conseguir liberar o centro do ambiente”, diz Alana, que também encomendou móveis sob medida para todo o ambiente. 

“O que torna esse projeto especial é que a presença do jovem morador ficou bem evidenciada, assim como nos demais quartos. É como uma família, apesar de cada um ter sua personalidade, eles conversam entre si, transformando uma casa em um lar”, afirma Alana.