Projetos sustentáveis são destaque no Prêmio CASA 2018

Marcelo Lima - O Estado de São Paulo

Inclusão de conceitos de sustentabilidade nos projetos de Casacor foi um dos critérios mais observados pelos jurados

Nossa capa: Gabriel de Lucca, Arthur Casas, Vera Oliveira, Renata Tilli, Patricia Bacellar, Nildo José, Gabriela Lotufo, Flavia Ranieri, Larissa Silva, Osvaldo Tenório e Naomi Abe.

Nossa capa: Gabriel de Lucca, Arthur Casas, Vera Oliveira, Renata Tilli, Patricia Bacellar, Nildo José, Gabriela Lotufo, Flavia Ranieri, Larissa Silva, Osvaldo Tenório e Naomi Abe. Foto: Zeca Wittner/Estadão

Não é tarefa das mais fáceis estabelecer critérios para premiar os melhores em uma mostra que sabidamente reúne alguns dos grandes nomes da arquitetura, design de interiores e paisagismo nacionais. Ainda assim, o Prêmio Casa, promovido por este suplemento, do Estado, continua a perseverar em seus objetivos centrais: reconhecer o talento dos nossos profissionais e, ao mesmo tempo, destacar propostas que coloquem em discussão as grandes questões do habitar e do viver contemporâneos, contribuindo para o aprimoramento do projeto nacional, em todos os seus níveis.

Nesse sentido, não chega a surpreender que buscar uma maior inclusão de conceitos de sustentabilidade no desenho dos espaços – mesmo que isto tenha significado, por vezes, uma sensível redução de elementos ornamentais e construtivos – tenha sido, provavelmente, um dos critérios que mais pesou nas escolhas do nosso corpo de jurados. 

Um time de reconhecida competência em suas áreas, formado por: Ruy Ohtake, que julgou arquitetura; a consultora de moda Helena Montanarini, que observou estilo; a jornalista Clarissa Schneider, responsável por imagem; o fotógrafo Tuca Reinés, analisando fotografia; o arquiteto Ricardo Bello Dias, design; a curadora Fernanda Feitosa, arte; e Rodrigo Loeb, que analisou sustentabilidade. 

Ressaltando, entre outros aspectos, o diálogo muito positivo entre os jardins e as construções, o empenho da Casacor em estabelecer uma meta de gestão sustentável de longa duração e a mais que bem-vinda chegada à mostra de soluções, do macro ao micro, que preveem o uso mais inteligente dos recursos naturais, eles definiram os dez primeiros colocados. 

Projetos que em sintonia com o tema da mostra deste ano, ‘Casa Viva’, de uma forma ou de outra, tratam de natureza. Mas também da urgente necessidade de pensar na sua preservação. Até 2019! 

CONFIRA MAIS DETALHES SOBRE CADA GANHADOR:

> Uma casa prontinha para morar: conheça o ganhador do Grande Prêmio do Júri

Loft de Nildo José propõe refúgio urbano com direito a meditação

Adaptações na moradia do idoso são o foco no Estúdio da Longevidade

Tempo e simplicidade para criar um jardim dos sonhos

De volta à Casacor, Naomi Abe investe em temática e cores nacionais

> Jovens chegam ganhando: conheça o Recinto do Bosque, de Gabriel de Lucca

Após transformação, corredor do Jockey vira reservatório com 70 mil litros de água

Plantas ornamentais, jardim vertical e madeira se destacam no Tea Lab

Duplamente vitoriosas: arquitetas da Casa Sustentável levam prêmio