'Tudo é uma questão de jogar com contrastes'

Marcelo Lima - O Estado de S.Paulo

Escultora e empresária, Temis de Paris dá dicas de como produzir efeito na decoração a partir de pequenos objetos e ornamentos

A empresária e escultora Temis de Paris

A empresária e escultora Temis de Paris Foto: ZECA WITTNER/ESTADÃO

Vem de longa data o envolvimento da artista plástica catarinense Temis de Paris com a decoração. “A escultura sempre foi meu meio de expressão, de forma que sempre estive muito atenta ao aspecto ornamental dos objetos”, conta ela, que, após construir carreira no setor, divide há 15 anos com as irmãs, Lila e Jaque, o comando da Dot, loja de acessórios decorativos que mantém em seu acervo obras de mais de 100 designers e artesãos brasileiros. “Continuo produzindo esculturas, mas meu foco se ampliou. Agora a interação da peça com o espaço é ainda mais determinante”, explica a empresária, que atualmente tem desenvolvido projetos em parceria com arquitetos e decoradores, complementando com objetos ambientes residenciais e corporativos. “Uma simples peça pode fazer muita diferença”, diz ela, que falou ao Casa sobre a arte de fazer boas escolhas.

Com base na sua experiência de “produzir” ambientes, como certos objetos, ainda que pequenos, podem incrementar o visual da casa?

Tudo é uma questão de jogar com contrastes. Em ambientes monocromáticos, introduzir cor por meio de vasos, flores e almofadas produz impacto imediato. Já em ambientes coloridos, peças brancas ajudam a suavizar a atmosfera. Nas estantes, sempre que possível, vale acrescentar um toque inusitado à composição. Seja por meio de vasos, de objetos divertidos ou de uma luminária lúdica.

Estante produzida por Temis intercala vasos de plantas a objetos com acabamento cobre

Estante produzida por Temis intercala vasos de plantas a objetos com acabamento cobre Foto: ZECA WITTNER/ESTADÃO

Se você tivesse de apontar três soluções para destacar um ambiente, mas sem gastar muito, o que sugeriria?

Olha, atualmente investiria em peças de artesanato brasileiro. Alguns artesãos estão atingindo um padrão de acabamento que nada fica a dever ao dos melhores designers, sobretudo em peças de madeira e cerâmica. Agrupar sobre um mesmo suporte, objetos diferentes – garrafas, vasos, potes, esculturas –, mas de alguma maneira compatíveis em termos de formatos e materiais, é uma boa pedida. Assim como espalhar livremente fotos, painéis, placas, molduras e espelhos sobre toda uma parede.

Esculturas de resina criadas por Temis de Paris

Esculturas de resina criadas por Temis de Paris Foto: ZECA WITTNER/ESTADÃO

 propósito, estamos em época de liquidações. O que você aconselha comprar e o que evitar?

Antes de mais nada evite comprar por impulso só porque algo está mais barato. Sim, as ofertas são tentadoras mas, mesmo por valores mais em conta, o importante é adquirir o que realmente necessitamos ou o que, de fato, nos encanta. Como aquela peça linda, rara, que você namora há tempos e que de repente está saindo pela metade do preço. Aí, sim, é uma compra que vale a pena.

Curta a página do Casa no Facebook

Porta lápis colorido realça ainda mais arranjo criado com objetos brancos

Porta lápis colorido realça ainda mais arranjo criado com objetos brancos Foto: ZECA WITTNER/ESTADÃO