O verde tomou a varanda

- O Estado de S.Paulo

Em espaço limitado e irregular, paisagista criou um jardim que nem parece estar no alto de um prédio

A varanda de um apartamento em Higienópolis virou atração na vizinhança quando a paisagista Ivani Kubo finalizou o jardim que tomou quase todo o espaço de 18 m²: moradores de outros prédios ficaram nas janelas apreciando a novidade. 

Com jabuticabeira, pitangueira, fícus, buxinhos e bambu mossô em vaso, o jardim cerca a varanda ensolarada. No meio, a grama natural ocupa espaço de destaque, aliás, era o pedido inicial da moradora, que queria um lugar para seus quatro poodles brincarem. Ela acabou conseguindo bem mais que isso.

“Quando faço um jardim em apartamento, procuro criar a sensação de que se está realmente no meio do verde”, diz Ivani. Neste caso, essa sensação vai ser completa quando as trepadeiras dos vasos tomarem toda a rede de proteção que fecha o espaço. 

Dan Steinberg/AP
Ver Galeria 11

11 imagens

O projeto de paisagismo privilegiou a praticidade de manutenção, usando um sistema simples de irrigação automática. “Cada vaso tem uma mangueira que goteja água duas vezes ao dia, pelo tempo adequado a cada situação climática. Essa rega é programada em um aparelho a pilha”, explica Ivani. Só a grama é regada manualmente, porque os cachorros poderiam estar nela durante o gotejamento. 

Todos os elementos do jardim foram instalados diretamente no piso da varanda, que conta com ralo para o escoamento da água. Pedriscos e grama ficam separados por tábuas de madeira de demolição. A paisagista usou argila expandida sobre o piso, manta para drenagem e, finalmente, a terra para plantar a grama. “Isso impede que a terra desça e provoque o entupimento do ralo”, explica. E, para evitar que as árvores cresçam demais, todas foram plantadas em vasos menores. “É possível ter um jardim bonito mesmo em um espaço pequeno, é só ter tudo bem planejado.”  / Marina Pauliquevis