No charme da vila

- O Estado de S.Paulo

Aqui, produção e talento criativo dividem espaço

Mesa dos irmãos Sérgio e Fahrer, com tampo reproduzindo estampas de Lino Villaventura

Mesa dos irmãos Sérgio e Fahrer, com tampo reproduzindo estampas de Lino Villaventura Foto: Divulgação

Em nenhuma outra região da cidade, produção e talentos criativos dividem tão comumente os mesmos espaços quanto na Vila Madalena. Por isso, andar por lá e frequentar suas lojas e galerias é também uma forma de saber um pouco mais sobre como as coisas são feitas. Antes mesmo de serem exibidas.

Na Galeria Prototyp&, por exemplo, não é difícil se deparar com o designer Felipe Protti testando ma de suas muitas criações. Ou ainda, com um pouco mais de sorte, ser convidado por um dos muitos profissionais alocados no bairro para conhecer, in loco, sua linha de produção. 

A ceramista Kimi Nii pretende mostrar como suas peças de cerâmica são feitas, convidando o público a tomar parte na criação de sua coleção Ofício do Barro, montada, paralelamente, à Ofício dos Ossos. Essa, apresentando peças construídas com ossos, em parceria com o Estudio Manus + PIU.

Enquanto isso, os irmãos Fahrer, em plena contaminação com o universo da moda, convidaram Lino Villaventura para interagir com a dupla em uma série de novas mesas, que receberam, por nanoimpressão, estampas exclusivas criadas pelo estilista. Algo inesperado? Nada disso. Apenas coisas da vila.