Mangá inspira coleção com 50 cadeiras

Marcelo Lima - O Estado de S.Paulo

O premiado designer Oki Sato, criador do estúdio Nendo, apresentou as peças no pátio de um antigo convento em Milão

O pátio da faculdade de Teológica dell'Italia Settentrionale, em Milão, com as cadeiras de Oki Sato, do estúdio Nendo, durante a Semana de Design de Milão 2016

O pátio da faculdade de Teológica dell'Italia Settentrionale, em Milão, com as cadeiras de Oki Sato, do estúdio Nendo, durante a Semana de Design de Milão 2016 Foto: Takumi Ota/Divulgação

Imagine uma família de 50 cadeiras na qual, à parte a evidente herança genética, cada uma manifeste sua personalidade própria, mas que, uma vez colocadas lado a lado, revelem uma narrativa comum. Experimente agora transportar todo esse conjunto para um claustro renascentista – onde hoje funciona a faculdade Teológica dell’Italia Settentrionale, em Milão –, sob a regência de um dos mais talentosos e criativos designers da atualidade, o canadense de origem japonesa Oki Sato.

Quem presenciou, provavelmente não vai esquecer tão cedo de um dos pontos altos da Semana de Design italiana deste ano: a mostra 50 Manga Chairs, na qual Sato, o nome à frente do estúdio Nendo, com escritórios em Tóquio e Milão, presta uma emocionante homenagem ao Japão, por meio de 50 cadeiras inspiradas na cultura do mangá – as histórias em quadrinhos japonesas.

Siga o Casa no Instagram e use a hashtag #casaestadao

Mais do que uma coleção de móveis, um exercício de comunicação, no qual toda sorte de sinais que indicam movimento, som, ação e emoções – tais como gotas de suor, membros do corpo humano, lágrimas e fenômenos naturais – tornam-se elementos capazes de alterar a morfologia de uma cadeira padrão, de alumínio ultrapolido, fazendo dela um objeto que desperta em seus expectadores as mais diversas sensações.

Curta a página do Casa no Facebook

No tabuleiro proposto pelo estúdio Nendo, cada cadeira caracteriza um dos quadrinhos do mangá. Para quem perdeu a oportunidade conferir a coleção ao vivo – em uma das exposições mais concorridas da temporada de design de Milão, haverá uma segunda chance. De 8 de setembro a 15 de novembro, elas poderão ser vistas na galeria Friedman Benda, em Nova York, que produziu as peças com exclusividade.

Kenichi Sonehara/Divulgação
Ver Galeria 33

33 imagens