Lançamentos nacionais trazem minimalismo e customização às cozinhas

João Abel* - O Estado de S. Paulo

Influências da Eurocucina, segmento do setor no Salão do Móvel de Milão, já mostram reflexos entre as marcas brasileiras

Cozinha Wave assinada por Ricardo Bello Dias para a Ornare traz puxadores lineares e cores personalizadas

Cozinha Wave assinada por Ricardo Bello Dias para a Ornare traz puxadores lineares e cores personalizadas Foto: Ornare

Com os projetos residenciais menos segmentados, é cada vez mais íntima a convivência das cozinhas com outros ambientes da casa, especialmente as áreas de estar. E isto vem alterando substancialmente a forma como elas se ‘vestem’. Em outras palavras, seus acabamentos tendem à uma customização crescente e a um minimalismo que aponta para as cozinhas profissionais, como fica evidente nos lançamentos da fabricante italiana Valcucine (ver entrevista na pág. 18), uma das principais ‘influencers’ do setor.

Para além da funcionalidade, a nova ‘moda cozinha’ vem ao encontro do estilo de cada consumidor. São modelos mais específicos para cada estilo de cozinhar: seja para os que têm pressa e preferem refeições rápidas, seja para aqueles que fazem dela um espaço de convivência para receber os amigos.

Apresentadas no último mês, durante a Eurocucina, segmento do Salão do Móvel de Milão destinado aos principais lançamentos internacionais do setor, as novidades já começam a se refletir entre alguns dos principais fabricantes brasileiros. Na Bontempo, por exemplo, uma cozinha completa se reduziu a apenas uma parede e o componente estético fica por conta da mescla de materiais.

Seu armário Eclipse que, como o próprio nome sugere, busca esconder ao máximo os utensílios e até mesmo eletrodomésticos em uso, praticamente desaparece no ambiente e tem nos acabamentos seu maior diferencial. “Há uma forte combinação de elementos nas cozinhas contemporâneas. Sobretudo de madeira e pedra em versões laminares”, afirma a gerente de marketing Rafaella Stedille.

Contraste similar pode ser notado nos lançamentos da Florense, como a bancada gourmet, que alia o rústico do carvalho americano às pedras Dekton em tom preto, um produto modificado tecnologicamente para aumentar a compactação e a resistência aos riscos e ao calor. “Aumentou muito o nível das pesquisas em acabamentos para a cozinha, inclusive a busca por referências internacionais”, opina Vinicius Girardelo, supervisor de marketing da Florense.

Não restrito ao interior dos móveis, o hi-tech se faz sentir de forma definitiva também por fora, como no caso da Lider, que agregou iluminação de LED aos módulos aéreos da cozinha Átrio. Acendidos por sensor de presença, eles garantem luz pontual à toda a bancada e maior comodidade: fator essencial tanto para ‘chefs’ quanto para cozinheiros de primeira viagem.

*Estagiário sob supervisão do editor de suplementos Daniel Fernandes