Japan House abriga exposição que explora o papel e suas possibilidades no design

Vivian Codogno - O Estado de S. Paulo

Mostra foi apresentada na feira Takeo Paper Show – voltada ao universo do papel e que ocorre no Japão desde 1965 – e passou por Taipé e Milão

Mais do que um simples suporte para trabalho ou estudo, o papel é matéria-prima para arte e design há milênios. E o fascínio que ele exerce no imaginário é o ponto de partida para Subtle – Sutilezas em Papel, em cartaz na Japan House São Paulo até 10 de setembro.

 

  Foto:  

Com curadoria e direção de arte do designer Kenya Hara, a mostra destaca a tradição minimalista da arte japonesa nas 27 obras expostas. São diferentes texturas, nuances e traços em tipos variados do material – como o washi, considerado um patrimônio nacional do Japão, feito artesanalmente.

“Arte e design não são vistos como coisas distintas no Japão. Existe uma valorização da criatividade, seja em que mídia for. O japonês valoriza o trabalho manual e a inovação. E a exposição Sublte deixa essa relação bem clara”, diz Marcello Dantas, diretor de programação e curador da Japan House São Paulo.

 

  Foto:  

A exposição é dividida em dois eixos, Criação e Coleção. O primeiro reúne trabalhos de arquitetos, designers, artistas e diretores de arte e animação. O segundo convida o visitante a percorrer as próprias experiências e memórias relacionadas ao material, com rendas de papel, dobraduras e envelopes.

A mostra foi apresentada na feira Takeo Paper Show – voltada ao universo do papel e que ocorre no Japão desde 1965 – e passou por Taipé e Milão. Após a exibição em São Paulo, ela irá para Londres e Los Angeles. “Essa exposição retrata aspectos sublimes da arte japonesa – sua expressão em papel e a capacidade de fazer coisas no limite da percepção”, avalia Dantas. Av. Paulista, 52, metrô Brigadeiro. 10h/22h (dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). Grátis.