Inspire-se nesta casa para criar a sua decoração de Natal

Roberta Cardoso - O Estado de S.Paulo

Amelinha Amaro mostra que dar asas à imaginação é o segredo para uma decoração cheia de magia

Em sua casa, a especialista em montagem de mesas e arranjos decorativos, Amelinha Amaro, monta a árvore, um dos itens que compõe a decoração da sua casa para o Natal.

Em sua casa, a especialista em montagem de mesas e arranjos decorativos, Amelinha Amaro, monta a árvore, um dos itens que compõe a decoração da sua casa para o Natal. Foto: Zeca Wittner

Há um mês do Natal, o espírito de celebração que envolve a data já se faz sentir e começa a contagiar. E é em clima de expectativa para o dia 25 de dezembro que muitos já começam a se mobilizar para deixar a casa pronta para as festas de fim de ano. Independentemente da crença, o Natal tem como uma de suas características mais fortes a intensificação do convívio familiar. E em um ano marcado por polarizações, reunir a família para celebrar pode ser uma forma de reavivar sentimentos mais nobres e fortalecer vínculos. “Em dezembro temos muitas demandas. Por isso, recomendo sempre começar a pensar no Natal com bastante antecedência. Se for deixar para o final, fica pesado porque você já tem que pensar na ceia, nas compras”, explica Amelinha Amaro, uma das mais experientes especialistas da cidade na arte de decorar para datas festivas. 

Confira as fotos da casa decorada: 

Zeca Wittner
Ver Galeria 12

12 imagens

À frente da loja Divino Espaço, a profissional tornou-se referência na curadoria de objetos decorativos e montagem de mesas para ocasiões especiais. Mas é no Natal, comemorado em família, na sua casa no bairro de Moema, que ela se entrega por inteiro à criação de ambientações de sonhos, ricas de detalhes, que enchem os olhos dos seus convidados. 

Além de sua genuína afinidade com o tema, com o passar dos anos, Amelinha ganhou um estímulo a mais para preservar a tradição que tanto gosta: os netos. “O mais importante é fazer um Natal com o que você pode. É uma data também para refletir e celebrar em harmonia. É um exercício de respeito e amor”, pontua. Neste ano, foi o neto de seis anos quem a inspirou. “Quando percebi ele havia decorado a mesa da sala sozinho com os muitos cogumelos que tenho. Gostei tanto do resultado que decidi explorar esse tema. Só acrescentei alguns enfeites de animais, que todos adoram e que criam um efeito mágico quando combinado com luzinhas”, diz. E, de fato, eles se espalharam por todos os lugares: na mesa de jantar, na árvore do hall, no lavabo. “Só na guirlanda que não. Mas essa é a graça de decorar: pode ser simples. Um prato branco, uma maçã, um pedaço de canela em pau e uma folha verde e você já tem uma decoração. Você não precisa comprar. Muita coisa pode vir de casa”, finaliza.