Fique por dentro do DW!: o festival de design paulistano

Marcelo Lima - O Estado de São Paulo

Em entrevista exclusiva, Lauro Andrade, idealizador e promotor do evento, que começa quarta-feira, 29, e vai até domingo, 2, comenta a evolução e o futuro da semana de design paulistana

Um dos espaços da edição 2017 da High Design Expo, feira âncora do DW!

Um dos espaços da edição 2017 da High Design Expo, feira âncora do DW! Foto: Fabio Rizo

Em menos de uma década, o DW! de São Paulo já integra o calendário das semanas internacionais de design e, ao que tudo indica, veio para ficar. “Apesar do ambiente econômico instável, só temos a comemorar. Tanto que vamos ampliar a duração do festival no ano que vem para oito dias”, afirma o empresário Lauro Andrade, idealizador e promotor do evento, que começa quarta-feira, 29, e vai até domingo, 2. “Mudar sempre é necessário. Sobretudo em um cenário de tantas transformações globais”, como ele afirmou nesta entrevista ao Casa.

Esta é a 7ª edição do DW!. Como avalia a evolução do evento?

Dois pontos tiveram grande mudança ao longo das edições. O primeiro é o aumento do protagonismo dos criativos no festival, designers principalmente. Na primeira edição, em 2012, tivemos cerca de 300 eventos, sendo não mais de 60 o número de profissionais ou estúdios como personagens centrais. Em 2018, o número de atrações foi similar, porém foram mais de 600 os criadores apresentando lançamentos ou ocupando o centro das ações. O segundo ponto de destaque é o amadurecimento das atrações como um todo. É claramente perceptível o aprimoramento dos conteúdos exibidos. Se, há sete anos, exercitávamos nossa experiência adquirida em mostras no exterior, hoje, seguramente, nos transformamos em anfitriões, promovendo eventos de padrão internacional. Nos agrada pensar em um festival sempre em formação, nunca pronto. Mas aberto aos movimentos da sociedade. 

Toda semana de design do mundo costuma ter um formato, uma cara. O que particulariza a paulistana? 

Penso que o que temos de mais particular é o comprometimento e o entusiasmo de todos que participam e organizam o DW!. Formamos uma grande rede conspiratória do bem, com indivíduos e organizações que não aceitam ser apenas espectadores, mas sim, parte de uma grande mudança. 

Já é possível detectar uma influência do DW! sobre os setores do design e da decoração?

Nosso objetivo central foi, e continua sendo, integrar os mundos criativo e produtivo. A criatividade brasileira tem reconhecimento internacional, sobretudo pelo efervescente caldeirão étnico - cultural que nos forma, assim como é notável nossa força empresarial. Nesse contexto, acredito que o DW! ajuda a ampliar esta alquimia, oferecendo à sociedade e ao mercado inovações que, seguramente, podem colocar o nosso setor em outro patamar. 

O empresário Lauro Andrade

O empresário Lauro Andrade Foto: Juan Guerra