Feito para as quatro estações

Reportagem de Marisa Vieira da Costa - O Estado de S.Paulo

Numa área de 500 m2, o paisagista Leo Laniado cria jardim clássico que se mantém elegante o ano inteiro

Um jardim clássico, comportado, que "abraça", como um enorme U, a casa de mesmo estilo em uma rua arborizada do Alto de Pinheiros. Os cerca de 500 m² do espaço projetado pelo paisagista Leo Laniado abrigam dezenas de espécies que compõem um jogo de texturas, proporções e cores durante as quatro estações. "Procurei destacar a harmonia, fazer um jogo de sombra e luz por meio de árvores como os ipês, que caducam no inverno e abrem espaço para a entrada do sol", diz o paisagista. "Também quis suavizar cantos e quinas com vegetação e trepadeiras. As palmeiras, que foram transplantadas, dão elegância à casa, e as árvores de vários tamanhos criam escala e profundidade."Leo revela que o fato de ter pensado o projeto paisagístico ao mesmo tempo em que a casa era construída facilitou seu trabalho. A obra foi mais uma empreitada da empresária Bi Chrisostomo, conhecida por comprar casas de alto padrão que depois derruba para reconstruir a seu estilo, quase sempre clássico. "Parte da área externa foi feita por mim. Aproveitei a intensa vegetação da rua para criar um diálogo com o jardim", diz Leo.Cada época, um aromaNascido na Itália, formado em Economia, ele preferiu como profissão o paisagismo, cujo conceito traduz em seu blog: "O espaço que será futuramente um jardim não é qualquer espaço. Ele já é. Esteve lá desde sempre. Está inserido numa paisagem existente e fará, talvez, parte de um projeto de arquitetura... Não se trata de colocar coisas sobre a terra. A terra já tem coisas que ali nascem e a ela pertencem. O papel do paisagista é descobrir, ordenar e revelar."À medida que chega a época de florescência das espécies, o jardim ganha colorações. Ora são as azaléias roxas e brancas (entre 40 cm e 50 cm, R$ 25, sob encomenda na Agrotexas), as camélias brancas (de 1,80 m a 2 m, R$ 120, na Natus Verde) e as magnólias rosas; ora as íris azuis, as dietes cor de creme, os ipês amarelos,as rosadas sete-léguas (a muda com 1,50 m, R$ 30, sob encomenda na Chácara Continental) e as púrpuras ipoméias (com 1,20 m, R$ 20, no mesmo endereço), que se misturam às tipuanas da rua de vibrante cor de gema de ovo.Os aromas também se espalham na época certa, originários sobretudo dos jasmins italianos (a muda de 0,80 m a 1 m, R$ 10, na Natus Verde) e das gardênias. Árvores, arbustos, trepadeiras, vegetação rasteira, frutíferas. Leo Laniado não esqueceu delas. No pergolado do jardim estão pés de ameixa e pitanga e uma jabuticabeira (o pé de 1,50 m a 2 m, R$ 350, sob encomenda na Art Plantas Paisagismo). Elementos decorativos casam com a vegetação, como a ipoméia - que avança sobre um portal e contorna uma janela como se fosse um quadro - ou as bicas d?água dispostas no muro de canjicas próximo à piscina . "O jardim transmite tranqüilidade e prazer aos donos da casa", garante Leo.