Estantes que também decoram

Marcelo Lima - O Estado de São Paulo

Expor coleções, atuar como divisória, ou até iluminar são possibilidades que também podem estar relacionadas ao móvel

Dividindo o living do corredor, estante preta vazada, de chapas de aço com pintura em epóxi. Projeto Simone Mantovani

Dividindo o living do corredor, estante preta vazada, de chapas de aço com pintura em epóxi. Projeto Simone Mantovani Foto: Rogério Assis / Estadão

Livros, porta-retratos, itens decorativos. Servir de suporte a objetos não é a única função associada ao desenho das estantes. Expor coleções, atuar como divisória, iluminar, ou até ‘redesenhar’ paredes são possibilidades que podem ser igualmente oferecidas pelo móvel. Isso, desde que ela seja pensada desde o momento da concepção de cada projeto, quando todas as variáveis estão em aberto. 

Uma estante pensada para funcionar como divisória, por exemplo, deve levar em conta tanto a decoração do seu entorno, quanto o nível de transparência desejada entre os ambientes. Já uma peça que vai receber uma coleção, deve considerar a escala das peças a serem expostas, a superfície de fundo e a proporção entre os nichos. Para se inspirar, conheça sete modelos para diversos ambientes da casa:  

Zeca Wittner
Ver Galeria 7

7 imagens