Enfim juntos: banheiros invadem o quarto

Roberta Cardoso - O Estado de S.Paulo

Desenho do ambiente foi renovado

A Casa das Sibipirunas, projeto de Otto Felix, que prioriza uma atmosfera natural. Forro permite entrada de luz natural e banho está separado do quarto por placas de pedras irregulares.

A Casa das Sibipirunas, projeto de Otto Felix, que prioriza uma atmosfera natural. Forro permite entrada de luz natural e banho está separado do quarto por placas de pedras irregulares. Foto: Zeca Wittner

Tidos por anos como espaços privativos, quase como refúgios dentro da própria casa, quartos, banheiros e lavabos estão deixando para trás quaisquer barreiras que antes os separavam. Mais íntimos do que nunca, banheiras e cubas estão invadindo com tudo a área dedicada ao sono. Faz sentido, levando em conta o atual movimento orgânico de conectar a casa inteira. “A funcionalidade não depende do tamanho, mas do aproveitamento do espaço”, explica Leo Shehtman, responsável pelo projeto Casa do Fauno, que contempla a criação de um banheiro completo, em uma área reduzida. “O espaço era muito estreito, mas acabou parecendo muito maior do que realmente é”, diz.

Dourada, a parede divisória que delimita os ambientes desempenha função estética, ainda que não esconda totalmente o que está por trás. Como ocorre, aliás, em boa parte dos projetos apresentados na mostra deste ano. “A entrada de luz natural pelo forro, o espelho d’ água e o uso de matérias-primas brasileiras de qualidade, como o mármore, sintetizam o que é luxo hoje em dia. A gente parte do simples para chegar ao sofisticado”, finaliza o profissional, que comemora sua 32ª participação consecutiva na Casacor. 

Zeca Wittner
Ver Galeria 5

5 imagens