Duplamente vitoriosas

Roberta Cardoso - O Estado de S.Paulo

Casa que venceu a categoria Sustentabilidade foi eleita em concurso para jovens profissionais

Pastilhas que revestem parede da cozinha foram feitas a partir de garrafas pet; móveis de CLT permitem fácil montagem e diminuem resíduos.

Pastilhas que revestem parede da cozinha foram feitas a partir de garrafas pet; móveis de CLT permitem fácil montagem e diminuem resíduos. Foto: Zeca Wittner/Estadão

As arquitetas Gabriela Lotufo e Larissa Silva, responsáveis pelo projeto Casa Sustentável, têm o dobro de motivos para comemorar. Depois de vencerem um concurso nacional promovido pela Casacor, onde foram avaliadas as melhores propostas para transformar uma construção de 84 m² do Jockey Club de São Paulo em uma moradia sustentável, viram o seu projeto ganhar vida e ser reconhecido como destaque nessa categoria. “Desenvolver o projeto e poder executá-lo já tinha sido uma vitória. Agora, ganhar um prêmio por isso consegue ser tão bom quanto”, comemora Larissa.

O desafio da dupla começou na área externa, onde foi necessário pensar numa solução que fizesse uso inteligente dos recursos naturais. No telhado, foram instaladas placas leves (fotovoltaicas) que captam energia solar para minimizar o uso de energia elétrica. Na horta, todas as espécies de plantas foram colocadas em vasos autoirrigáveis, com baixíssimo consumo de água. O deck e as rampas de acesso foram fabricados com madeira plástica, com ranhuras antiderrapantes. Dessa forma, as arquitetas puderam evidenciar a importância de se atentar para a acessibilidade e o reaproveitamento de materiais.

Nos interiores, os destaques ficaram por conta da restauração do piso e do forro, da facilidade de montar e desmontar os móveis de CLT (madeira laminada cruzada e colada), do revestimento da cozinha feito com pastilhas de garrafas pet e do piso vinílico reciclável. “No hall de entrada colocamos uma sapateira. Serve de recadinho para visitas: tirar os sapatos reduz a sujeira dentro de casa e isso diminui o uso de água e produtos de limpeza”, diz Larissa.