Diretora da Dpot fala sobre abertura de nova loja

Marcelo Lima - O Estado de S.Paulo

Famosa pelo mobiliário, marca inaugura a Dpot Objeto no dia 7 de dezembro; confira uma entrevista com a diretora criativa, Baba Vacaro

Fruteira da Alva Design

Fruteira da Alva Design Foto: Divulgação

Há anos acalentado, o desejo de trazer ao mercado muitos dos objetos que tem visto em suas andanças pelo Brasil só começou a tomar forma para a diretora criativa da Dpot, Baba Vacaro, com a mudança de endereço da marca para outro imóvel, também na Alameda Gabriel Monteiro da Silva.

“Viajo muito e conheço artistas, designers e artesãos, de norte a sul do País, que merecem ter seus trabalhos reconhecidos também por aqui”, diz ela, que inaugura, no dia 7, a Dpot Objeto, loja que ocupa o endereço antigo da Dpot e se propõe a oferecer um eclético elenco de produtos para “rechear” a casa, como sugere ela. “Sempre senti falta de um espaço dedicado inteiramente ao objeto feito no Brasil. Acho que as pessoas vão gostar”, declara Baba, que apresentou ao um perfil da coleção inaugural da loja.

Baba Vacaro, diretora criativa da Dpot

Baba Vacaro, diretora criativa da Dpot Foto: Divulgação

Por que a opção de desmembrar a coleção em dois segmentos – móveis e objetos?

A Dpot tem um posicionamento muito consolidado no mercado de mobiliário, mas, em geral, as pessoas não vêm à nossa loja quando pensam em comprar objetos para casa. Nossa equipe está muito habituada a vender móveis, mas o objeto tem uma dinâmica diferente. Por tudo isso, percebemos que melhor seria ter um novo espaço especificamente para atender a esse propósito. Até para podermos ampliar nossa oferta.

A coleção terá na sua maioria autores conhecidos ou anônimos? Qual foi o critério de seleção?

Diria que uma mistura bem dosada. Tanto de tipologias quanto de autores. Muitos designers, sem dúvida, mas também artistas plásticos e artesãos de diversas comunidades de todo o País. Quanto à seleção, procurei lançar um olhar ampliado sobre o vasto universo de objetos produzidos no Brasil. A partir daí, confesso que não me preocupei em seguir uma lógica linear. De qualquer forma, acredito ser bem esse meu papel: explorar várias frentes, mas sempre tendo em mente o objetivo muito claro de compor uma coleção.

Como serão apresentados ao consumidor produtos de design, arte e artesanato tão distintos? 

Para nós da Dpot Objeto interessa tudo aquilo que é atraente, emocional ou materialmente belo. Tudo que você gostaria de ter e usar em sua casa ou oferecer para alguém que gosta. E com uma, acredito, grande vantagem: na nova loja não haverá encomenda. O estoque estará todo lá, seja o das peças seriadas ou únicas. Sim, é se identificar e levar. Por outro lado, não vejo nenhum inconveniente em apresentá-las lado a lado. O que as faz estarem juntas é justamente o nosso jeito de olhar para elas.