Dicas para integrar a sala de estar e varanda

Levy Teles - Especial para o Estado

Ambientes conjugados ajudam a ampliar o espaço da casa e podem ser uma boa opção para famílias com crianças

Seja para casas com menor ou maior tamanho, integrar varanda e sala de estar pode ser uma boa opção para criar ambientes mais acolhedores e espaçosos. Unir os espaços é uma boa oportunidade para manter um lugar com maior integração de convidados, dar maior liberdade e espaço para crianças e ter reuniões familiares mais largas. 

A integração pode ser feita de forma parcial ou total - em que, no caso da varanda completamente integrada, é necessário verificar com o condomínio se a alteração é permitida , o que possibilita uma diversidade de opções para pensar em áreas mais amplas - o que é uma boa opção para casas com espaço mais reduzido, sobretudo.

"Integrar espaços atualmente é uma grande e forte tendência, porque além de ganharmos mais espaço, também une as pessoas na convivência diária", diz Paula Passos, da Dantas & Passos Arquitetura. A arquiteta sugere algumas dicas possíveis para espaços bem integrados.

Espaços conjugados dão maior espaço de convivência para quem mora e para os convidados

Espaços conjugados dão maior espaço de convivência para quem mora e para os convidados Foto: Maura Mello

Crie espaços que possam interagir

Em varandas integradas, um espaço gourmet permite que a pessoa que cozinha converse com os amigos e família na sala durante o preparo da comida, o que pode tornar a atividade ainda mais prazerosa. Uma outra possibilidade de dar mais vida para a casa é com um jardim vertical, que num ambiente conjunto, se torna um elemento da sala. 

Varandas parcialmente integradas possibilitam que os espaços ainda possam ter uma divisão

Varandas parcialmente integradas possibilitam que os espaços ainda possam ter uma divisão Foto: Maura Mello

Preze pela uniformidade

No caso de uma integração total, as portas originais da varanda são removidas e o piso deve ser nivelado. Por isso, a sugestão é manter o mesmo revestimento para os dois lugares, para manter a noção de unidade dos espaços. A ideia é que um ambiente sempre converse com o outro. "A escolha para piso e parede não precisa, necessariamente, ser igual. Mas, com certeza, precisam estar harmonizados entre eles, como por exemplo, nas cores e no conceito para que o resultado final fique bacana", afirma Paula.

É ideal que haja uma harmonia na decoração entre varanda e sala de estar

É ideal que haja uma harmonia na decoração entre varanda e sala de estar Foto: Maura Mello

Lugar para as crianças

Para famílias com crianças, o ambiente conjugado dá maior visibilidade para os pais ficarem menos preocupados e mais espaço para os menores brincarem. É possível reservar um espaço na sala ou na varanda para eles. Fazer uma decoração com menos móveis e um tapete de fácil manutenção para delimitar é um bom caminho. “Se quiser e puder investir em uma mesinha com cadeirinhas, é legal colocá-la próximo da mesa de jantar dos adultos, pois facilita a interação na hora das refeições”, adiciona Paula.