Conheça este apartamento feito sob medida para uma estudante

Ana Lourenço - O Estado de S. Paulo

Localizado no bairro Vila Nova Conceição, decoração suave foi concebida para aliviar o estresse dos estudos

Vista do living com terraço ao fundo. Tons de bege e azul se complementam na decoração

Vista do living com terraço ao fundo. Tons de bege e azul se complementam na decoração Foto: Kadu Lopes

Tudo que a jovem universitária que veio para São Paulo estudar desejava, após horas e horas de estudos, era desfrutar de uma casa onde pudesse se sentir relaxada e acolhida. E foi com este objetivo em mente que ela encomendou o projeto deste apartamento, de 70 m², situado bairro da Vila Nova Conceição, para a arquiteta Monise Rosa.

Primeira das missões: instalar no apartamento um ícone do design, a poltrona Bubble. Um projeto de 1968 que leva a assinatura do designer finlandês Eero Aarnio. “Era um sonho antigo da moradora. Foi um pouco desafiador, mas por fim conseguimos acertar na logística e dispor o móvel com destaque na sala”, explica Monise. Dessa forma, segundo ela, a leveza que a estudante tanto buscava para sua casa ficou plenamente evidenciada pelo móvel.

Não que os tons de azul e branco que percorrem quase toda a casa, além dos delicados objetos decorativos escolhidos a dedo pela profissional, não tenham contribuído para esta sensação. “Azul Tiffany foi a cor escolhida para complementar e contrastar o bege que surge como tom principal, ao lado da tonalidade mel da madeira, presente no piso e na parede com ripas, que ajudam a aquecer o local”, diz ela.

Confira o projeto: 

Kadu Lopes
Ver Galeria 6

6 imagens

Para assegurar unidade ao projeto, na cozinha a arquiteta lançou mão de um revestimento que simula a matéria-prima. Afinal, harmonia é palavra chave na decoração deste apartamento. Neste sentido, as mesmas ripas de madeira que aparecem no painel da sala recebem pintura branca e são colocadas na cabeceira do quarto de hóspede. Lá, elas dividem espaço com quadros decorativos, responsáveis por garantir mais delicadeza na residência.

Intimista, o projeto de iluminação de todo o apartamento foi feito com lâmpadas LED e spots de luz direcionáveis e embutidos, graças ao forro rebaixado com gesso. Claro que, a luz natural também não deixou de ser valorizada, colaborando para uma boa iluminação ao longo do dia. “O apartamento é muito bem iluminado por conter janelas amplas e estar localizado em um andar elevado”, pontua a arquiteta.

Por fim, para bem receber os amigos, o terraço, com vista para a cidade, ganhou uma mesa de vidro que foi posicionada, cuidadosamente, para bem acomodar o maior número possível de pessoas e, ao mesmo tempo, inspirar a moradora durante suas longas tardes de estudo.