Como transformar seu local de trabalho em um espaço biofílico

Marcelo Lima - O Estado de S.Paulo

Elementos naturais no home office são uma solução simples para ampliar a sensação de bem-estar – e a produtividade

Em seu livro Biophilia, de 1984, o biólogo e naturalista norte-americano Edward Osborne definiu a biofilia (do grego bios, vida, e philia, amor), como o desejo humano de se associar a outras formas de vida. Segundo ele, visando nosso bem-estar e felicidade, teríamos uma tendência inata de buscar conexões com a natureza em todos os aspectos de nossas vidas.

Assim, uma vez que passamos a maior parte do nosso tempo em ambientes artificialmente construídos, isso talvez explique a sensação de prazer que sentimos diante da visão de uma piscina, ou de um simples vaso, repleto de flores, próximo à mesa de trabalho.

“A quarentena nos impôs uma forma totalmente nova de trabalhar. Além de tecnologia e organização, outro ponto que pode nos ajudar a enfrentar nossos dias em home office e homeschooling é ampliar a presença da natureza no nosso local de trabalho em casa”, afirma a arquiteta especializada em design biofílico Bia Rafaelli, consultora da Ecotelhado (ecotelhado.com), empresa especializada em fornecer infraestrutura e suporte para a instalação de projetos biofílicos.

Luz natural, ventilação e cortina de plantas no projeto de Fernanda Marques. 

Luz natural, ventilação e cortina de plantas no projeto de Fernanda Marques.  Foto: Fernando Guerra

Segundo ela, resgatar o contato com o natural nos nossos home offices é essencial para nosso equilíbrio físico e mental. Mas também, claro, para aumentar nossa produtividade. “Um escritório mais biofílico pode aumentar nosso prazer de trabalhar e ainda nos ajudar a ter mais prosperidade."

Para o engenheiro agrônomo João Manuel Feijó, um ambiente de trabalho com plantas, arejado e bem ventilado traz benefícios que vão muito além da beleza. “Dá maior motivação, além de reduzir o estresse”, afirma.

“Ainda me surpreende a satisfação de meus clientes quando projeto um home office acrescentando plantas à decoração. Eles dizem se sentir mais estimulados, mais produtivos”, diz a arquiteta Fernanda Marques, (fernandamarques.com.br).

A boa notícia, segundo Feijó, é que desfrutar de todos esses benefícios pode ser mais fácil do que se imagina. “Mesmo home office já instalados podem se tornar mais verdes, sem a necessidade de se recorrer a grandes obras, nem gastar nenhuma fortuna”, sinaliza ele.

Assim, para quem sonha em cultivar um jardim no seu escritório, ele recomenda, antes de tudo, escolher a locação mais apropriada dentro da casa.

Princípios básicos para montar um escritório biofílico 

Vista para o exterior

Nos espaços fechados, nos sentimos mais seguros, mas deixamos de olhar para o horizonte. Assim, procure localizar seu home office próximo a janelas.

Materiais naturais

Nos móveis e acessórios, dê preferência a matérias-primas como a madeira e a pedra. Elas oferecem maior variedade de texturas, semelhante à variação encontrada na natureza.

Luz Natural

É essencial para sincronizar o nosso ciclo biológico diário, responsável por diversas funções no nosso organismo, tais como a liberação de hormônios, responsáveis por regularem nossa imunidade, estresse e sono. Assim, certifique-se que o local escolhido para seu escritório seja bem suprido de iluminação natural.

Ar Puro

É de extrema importância que ocorra a renovação do ar em nosso ambiente de trabalho. “Altos níveis de dióxido de carbono podem prejudicar o desempenho cognitivo e diminuir o humor, prejudicando nossa produtividade”, lembra a arquiteta Bia Rafaelli. Por isso, não se esqueça de abrir as janelas de casa todas as manhãs.

Plantas

Estejam em um jardim vertical, em muros verdes ou mesmo em um único vaso, ao lado do computador, são fundamentais na construção de um espaço biofílico. Além de embelezar, elas são estratégicas para regular a temperatura local. “Sua área de cultivo, próxima ao escritório, deve ser formada por espécies que exijam menos luz, que sejam mais resistentes e possuam raízes mais estruturadas (veja no quadro ao lado), afirma o paisagista Adriano Watanabe, da Vertical Garden (verticalgarden.com.br), que desenvolve projetos biofílicos corporativos e residenciais. “Com o tempo, cuidar das plantas se transforma em um hábito prazeroso para o corpo e para a mente. Exatamente como prevê o design biofílico”, conclui.

 

Espécies de plantas indicadas para home office

Espada de São Jorge: prefere ambientes mais escuros, com pouca incidência solar. Precisa de pouca água e pode ser disposta em vasos, ao redor de seu local de trabalho.

Suculentas: pequenas, se adaptam bem às mesas de trabalho. Suas folhas, de aspecto inchado, são resultado do acúmulo de água: assim, dispensam mais de uma rega por semana.

Zamioculcas: desenvolvem-se bem em espaços menores e dispensam cuidados mais intensos, uma vez que precisam de pouca água e luz.

Jiboia: de origem tropical, essa planta trepadeira é uma das mais fáceis de serem cuidadas. Necessita de luz natural e um pouco mais de água no verão do que no inverno, quando entra em hibernação.

Palmeira Chamedorea: se adapta bem tanto a espaços amplos e arejados quanto ao cultivo em vasos. O ideal é que receba sol pleno em alguns momentos ou, ao menos, meia-sombra. Água três vezes por semana é suficiente.

Calathea: planta de folhas robustas e belas, se encaixar bem ao cultivo em home office. Exige poucos cuidados: água duas vezes por semana e luz indireta são suficientes.