Como dois irmãos

Julia Contier - O Estado de S.Paulo

Mostra reúne 50 projetos uruguaios para discutir a produção nos países latinos

.

Organizada para aproximar a realidade dos países da América Latina, a mostra Arquitetura do Uruguai fica em cartaz no Museu da Casa Brasileira (MCB) até 17 de janeiro. A quinta exposição do ano voltada aos países latinos traz 50 trabalhos de profissionais formados pela Faculdade de Arquitetura de Montevidéu, apresentados em maquetes, vídeos e fotos. "Existe uma grande quantidade de criadores uruguaios com boa formação técnica, que trabalham comprometidos com a cidade e a qualidade de vida dos habitantes", afirma o uruguaio Ruben Otero, curador da exposição ao lado de Luis Zino e Ignacio Errandonea. "A discussão da produção contemporânea entre os países vizinhos é fundamental." Além de construções atuais, em geral, de grande porte, há trabalhos das décadas de 50, 60 e 70 no evento, realizado em parceria com a Escola da Cidade e o Consulado da República Oriental do Uruguai.

 

 

FOTOS | 1. Cooperativa Vicman, obra de 1970, do arquiteto Alfredo Nebel Farini. 2. O Urnário Municipal, de 1960, projetado por Nelson Bayardo.