Casal monta seu apartamento pensando nos próximos 20 anos

Luciana Carvalho - Especial para o Estado - O Estado de S.Paulo

Imóvel tem 240 m² e fica no bairro de Perdizes

O piso da sala foi nivelado com o da varanda e recebeu porcelanato cinza. A poltrona Shell, do Estudiobola se destaca na decoração sóbria solicitada pelo casal.

O piso da sala foi nivelado com o da varanda e recebeu porcelanato cinza. A poltrona Shell, do Estudiobola se destaca na decoração sóbria solicitada pelo casal. Foto: Gui Morelli

Um imóvel de 240 m² raramente tem como público alvo um casal que apenas inicia sua vida a dois. Mas não no caso dos proprietários desse imóvel, situado no bairro de Perdizes que, desde já, contemplam a ampliação da família.

Para eles o futuro está logo ali, ou seja, toda a reforma do apartamento foi definida a a partir de um objetivo claro: a família certamente vai crescer e é lá que eles querem morar ao menos pelos próximos 20 anos.

Veja as fotos do apartamento do casal: 

Gui Morelli
Ver Galeria 7

7 imagens

Com um plano de vida tão definido como esse, até a reforma acabou ficando mais fácil. A antiga sala de TV, por exemplo, acabou se transformando em mais um quarto, totalizando assim quatro, sendo dois deles suítes. A varanda teve o piso nivelado com o da sala ampliando consideravelmente o espaço. A cozinha, não foi integrada – como ocorre nos apartamentos da maioria dos jovens casais – afinal, eles sabiam que ali, o ritmo seria muito mais de almoços e jantares para as crianças, do que de festa e comidinhas para os amigos.

“Quanto à decoração, eles nos pediram algo mais contemporâneo e que não saísse tanto de moda. Por isso, optamos por uma linguagem mais sóbria na escolha dos materiais e por móveis mais tradicionais. Daí as mesas da varanda e da sala de jantar, com tantos lugares”, diz José Guilherme Carceles, sócio da Casa 100 Arquitetura, que assina o projeto.

Outra solução de efeito, entre a sala e a varanda, é um painel de chapa metálica perfurada que ainda funciona como divisória entre os ambientes e serve para fixar e esconder a fiação elétrica. Na churrasqueira, outro anteparo, desta vez de vidro, serve de barreira para evitar que a fumaça se espalhe por todo apartamento. “Esse painel fixado na laje permite que a bancada fique livre, facilitando na hora de servir os convidados”, explica Carceles.

E foi assim que hoje, o apartamento de dimensões aparentemente extravagantes para dois jovens recém-casados, conta com duas suítes ocupadas: a deles e a da filha Alexa, de apenas um ano e dois meses. Ainda que, ao que tudo indica, não por muito tempo.