Cartas

casae@grupoestado.com.br - O Estado de S.Paulo

Av. Engenheiro Caetano Álvares, 55, 6º andar. [br]CEP 02598-900, São Paulo, SP.

Custos de revestimento

Estou planejando a cozinha de meu novo apartamento e gostaria de saber quais as indicações e contraindicações, inclusive custos, de fazer a pia com corian, marmoglass e silestone. Esses materiais desgastam? É possível cortar alimentos e colocar panelas quentes em sua superfície? Como é a conservação?

Tatiana Thomé,

por e-mail

R: Quem responde é Flávia Gerab, decoradora (tel.: 11 3044-5146): "A diferença básica entre o marmoglass e o silestone é o preço: o silestone é um pouco mais caro que os outros dois - o preço do m2 é cerca de US$ 580 (equivalente a R$ 1.300), podendo variar em até 10% por causa da cor, e o marmoglass custa perto de US$ 500 (aproximadamente R$ 1.115). O silestone é composto de resina e aditivos fungicidas. Já o marmoglass tem na sua composição vidro e resina, e as chapas são posteriormente vitrificadas. Nenhum dos dois sofre desgaste. Ambos são resistentes a cortes de facas em sua superfície e suportam facilmente o calor das panelas de uso doméstico. Na manutenção e conservação, devem ser utilizados somente água e sabão neutro. As chapas medem até 3 m x 1,40 m (para o silestone) e 3 m x 1,80 m (para o marmoglass). Nenhuma delas pode ser curvada". O corian não desgasta e é composto por 70% de mineral natural e 30% de acrílico. Custa entre R$ 1 mil e R$ 2 mil o m2, dependendo da cor. Por não ser poroso, resiste bem a manchas. Mas, de acordo com Flávia, não é aconselhável cortar alimentos em superfícies de corian, porque há o risco de o produto ficar marcado. "Quanto à temperatura, ele resiste a até 150°C. No entanto, podem aparecer fissuras causadas por mudanças bruscas de temperatura. Em sua conservação, use água e sabão, detergente ou limpador multiuso para sujeira comum. O corian pode ser termomoldado (ou seja, pode ser feito em formas curvas), e suas emendas são imperceptíveis."

Teto do banheiro

Por que o teto do meu banheiro fica com manchas escuras (por causa do vapor do chuveiro), sendo que faz pouco tempo que ele foi pintado? Desta vez, a pintura aplicada levou tinta látex. Ouvi dizer que o melhor é pintar o banheiro com cal. Será verdade? O que vocês sugerem?

Sidinéia Bento da Rosa,

por e-mail

R: Segundo o pintor José Leite (tel.: 11 9882-2084), há duas possibilidades para o surgimento das manchas no teto. O banheiro pode estar sendo usado com pouca ventilação (janelas fechadas durante o banho) e o chuveiro acionado em temperatura alta, o que cria mais umidade e, como consequência, mofo e manchas escuras. A outra probabilidade é que haja vazamento nos canos de água e esgoto e, nesse caso, um encanador pode verificar a situação. José Leite adverte que, se o banheiro estiver em apartamento, não é recomendável usar pintura com cal. "Esse produto só deve ser aplicado sobre reboco (um tipo de argamassa). Se usado em teto de gesso, comumente encontrado em banheiros de apartamento, a umidade formará cascas grossas no teto, que se desprenderão mais tarde", diz ele.

Correção

Na seção Cartas de 5 de abril, a resposta dada à leitora Margareth Holanda de Azevedo saiu com uma incorreção. Os pisos laminados da Durafloor são vendidos por m2 (R$ 60) e não por metro linear, como mencionado