Cantinho de frescor

Ana Lourenço - O Estado de S. Paulo

Para driblar o calor baiano, apartamento investiu em cores claras, forte presença de plantas e integração dos ambientes

Painel de madeira esconde a porta do quarto, amplia o living e ainda ajuda na integração dos ambientes

Painel de madeira esconde a porta do quarto, amplia o living e ainda ajuda na integração dos ambientes Foto: Rodrigo Melo

A combinação de piso de porcelanato, varanda envidraçada e integração entre os ambientes fez com que este apartamento transforma-se em um recanto refrescante em pleno Bairro da Graça, em Salvador. Assinado pelo escritório GAM Arquitetos, o imóvel de 50 m² se revela uma moradia confortável até mesmo nos dias de calor intenso.

Entre todos eles, o ambiente que mais proporciona essa sensação é a varanda. Além de da leveza de seus móveis, é lá que fica a jardineira da casa, feita com grama natural. “Queríamos deixar que a iluminação entrasse na casa, desde a sala até a cozinha”, justifica Marcelo Bezerril, da GAM. Por isso o projeto luminotécnico contempla apenas alguns pontos do apartamento. 

Confira as fotos do apartamento: 

Rodrigo Melo
Ver Galeria 5

5 imagens

No living, por meio de calhas aparentes, na sala de jantar, com um pendente sobre a mesa, e, na varanda, com spots embutidos no piso para garantir um charme extra para os interiores e um efeito especial na fachada do prédio. Até porque, o time de arquitetos projetou também o edifício. “Parte das instalações elétricas já estavam previstas e isso fez com o processo fosse facilitado”, admite Anna Fernandes. 

Para garantir sobriedade e conforto, os pontos de cor do apartamento se resumiram aos essenciais. O forro branco sugere amplitude de espaço e imprime ainda mais frescor ao ambiente. Além de se combinar muito bem com o azul e com os diversos tons de madeira também presentes. "Esse é um projeto que tem uma pegada mais urbana, mas por meio de poucas cores, conseguimos dotá-lo de uma atmosfera mais luminosa e alegre” afirma Anna. 

Por fim, a equipe de arquitetos se empenhou para aproveitar ao máximo cada centímetro do apartamento. “Não era nossa intenção congestionar o apartamento com móveis e acessórios. Na verdade cada espaço conta apenas com o necessário, mas ainda assim, estão todos prontos para bem receber”, afirma Guido Ramos.