Branco soberano

Natália Mazzoni - O Estado de S.Paulo

Para ter a cozinha ampla como a família que mora neste apartamento de São Caetano do Sul queria, era preciso começar uma grande reforma. E isso implicou em perder o espaço antes dedicado à despensa e à churrasqueira.O projeto tocado pela arquiteta Kátia Gonzalez derrubou as paredes e abriu espaço para um ambiente mais moderno, com revestimentos práticos. “O objetivo era planejar uma cozinha despojada, que remetesse à arquitetura brutalista do arquiteto Jorge Bomfim, que foi quem projetou o prédio”, explica Kátia.