Arquiteta transforma quartinho de 11 m² em templo do futebol para fã do esporte

Roberta Cardoso - O Estado de S.Paulo

Em Novo Hamburgo, região metropolitana de Porto Alegre, adorador de futebol ganhou quarto com piso feito de grama sintética

Iluminação suspensa e em pontos estratégicos permitiu a instalação de uma segunda cama; rede de segurança foi alternativa para deixar ambiente mais descontraído

Iluminação suspensa e em pontos estratégicos permitiu a instalação de uma segunda cama; rede de segurança foi alternativa para deixar ambiente mais descontraído Foto: Denise Wichmann

A arquiteta Greisse Panazzolo se viu diante de um grande desafio ao projetar o quarto de um pequeno morador de Novo Hamburgo, região metropolitana de Porto Alegre: adorador de futebol, o menino queria dormir num espaço temático e ainda equipado com uma cama extra para receber os amigos. “Deu mais trabalho a segunda cama. O quartinho tem só 11 m² e equilibrar a iluminação exigiu mais esforço”, conta a profissional, que conseguiu inserir soluções criativas para atender ao pequeno cliente. 

De cara, dois dos revestimentos usados na decoração saltam aos olhos. No piso, a grama sintética remete aos campos de futebol, enquanto o papel de parede reproduz a textura de tábuas, sugerindo a atmosfera de uma casa na árvore ou de uma cabana de parquinho. 

VEJA FOTOS DO QUARTO: 

“O dono do quarto é o filho do meio. Ele tem mais irmãos, sendo que ele e a irmã usam bastante o quarto um do outro quando trazem os amigos para brincar em casa”, explica.

Além da cama, Greisse também desenhou os outros móveis do quarto, como a escrivaninha e os nichos na parede que servem tanto para guardar livros, quanto para acomodar super-heróis. O armário embutido que já existia ganhou portas espelhadas e um outro móvel foi feito. “Além da luminária suspensa, instalamos também pontos de luz próximos as duas camas. Assim, não atrapalha para estudar nem brincar.”